Comunidade Evangélica Família Abençoada - CEFA  Pastores Paulino e Roseli Cordeiro
 Seja bem-vindo!Interesses |10 Mais | Buscar em  
 
CEFA
Quem somos?
Origem
Destino
Valores
Contato e Localização
Programação
 

 
Pastorais
Mensagens
Conselhos do Pastor
Estudos
Cuidados espirituais
Testemunhos
Sermões
 

 
Atividades
Cultos
Curso Para Casais
Grupos Familiares
Discipulado
Outras
 

 
Interesses
Feminino
Masculino
Jovem
Casamento
Infantil
Comunhão
Filhos
Família
 

  
 
 

 
A EMPREGADA DE DEUS – Lucas 1.26-38 (Pr. Paulino Cordeiro)
Sermão
Interesse de Comunhão

O escravo ou escrava, no tempo de Cristo, era aquela pessoa que prestava serviços permanentes ao seu senhorio, sem remuneração. Atualmente a pessoa empregada trabalha diariamente e recebe salário pelos serviços prestados, mas durante o expediente fica sob o domínio do patrão.

Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 - (tamanho de 6.8mb).

Maria, ao ser saudada pelo anjo Gabriel, não disse aqui está a sua senhora (senhora é quem domina), mas disse aqui está a empregada do Senhor, colocando-se totalmente a serviço do Reino de Deus. Ela conhecia muito bem, como mulher, o seu lugar e o seu serviço para Deus e para as pessoas.

É justamente sobre esta espontaneidade e disposição de Maria para servir que eu quero compartilhar com os ouvintes.

01.Perturbou-se muito

Perturbar significa causar abalo no espírito. No caso de Maria podemos entender que além do abalo mental ela envergonhou-se, pois era uma situação imoral e constrangedora ficar grávida sem estar morando com o marido.

No sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado, da parte de Deus, para uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma virgem desposada com certo homem da casa de Davi, cujo nome era José; a virgem chamava-se Maria. E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Alegra-te, muito favorecida! O Senhor é contigo. Ela, porém, ao ouvir esta palavra, perturbou-se muito e pôs-se a pensar no que significaria esta saudação. Mas o anjo lhe disse: Maria, não temas; porque achaste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem chamarás pelo nome de Jesus. Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; Deus, o Senhor, lhe dará o trono de Davi, seu pai; ele reinará para sempre sobre a casa de Jacó, e o seu reinado não terá fim.

Pela tradição judaica as mulheres não eram saudadas, muito menos por autoridade como o anjo Gabriel e da parte de Deus, daí a razão da sua grande perturbação.

- Seu coração bateu forte, seus pensamentos ficaram confusos e nada entendia: Perturbou-se muito e pôs-se a pensar no que significaria esta saudação - v. 29.

- Mas Deus enviou um anjo muito bem preparado para consolá-la naquele momento: O anjo lhe disse: Maria, não temas; porque achaste graça diante de Deus - v. 30.

- Vemos que este anjo, muito bem preparado, continua tranquilizando Maria e explicando o motivo de tanta Graça: - Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem chamarás pelo nome de Jesus. Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; Deus, o Senhor, lhe dará o trono de Davi, seu pai; ele reinará para sempre sobre a casa de Jacó, e o seu reinado não terá fim - v. 31-33.

Maria, como boa judia, conhecia muito bem as promessas quanto ao Messias Redentor de Israel. Esta grande perturbação de Maria revela a nós o cuidado com sua vida e com as coisas do Reino de Deus.

Maria, nos seus humildes afazeres diários de mulher judia é surpreendida com a saudação de um mensageiro da parte de Deus. É muito justa esta sua grande preocupação, pois, repentinamente lhe é anunciada a mais nobre missão que uma mulher de Deus poderia receber.

Perturbou-se muito!

Jesus também anunciou aos Crentes a mais nobre missão da Igreja: E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será condenado - Marcos 16.15-16.

02.Como será isto?

Por um momento as dúvidas tomaram conta do pensamento de Maria. A pergunta de Maria é própria de quem deseja servir corretamente.

34-37: Então, disse Maria ao anjo: Como será isto, pois não tenho relação com homem algum? Respondeu-lhe o anjo: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra; por isso, também o ente santo que há de nascer será chamado Filho de Deus. E Isabel, tua parenta, igualmente concebeu um filho na sua velhice, sendo este já o sexto mês para aquela que diziam ser estéril. Porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas - Lucas 1.34-37.

Maria, de fato, ainda estava com uma seria dúvida apesar de sua grande fé, pois, como poderia gerar o Messias sem relacionamento sexual com José?

- Vemos o consolo de Deus: Com a sua sombra (para não ser consumida).

Como será isto? Maria recebe a resposta: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra.

- Maria nada pediu, mas Deus é gracioso e um sinal do Poder de Deus ela recebe: E Isabel, tua parenta, igualmente concebeu um filho na sua velhice, sendo este já o sexto mês para aquela que diziam ser estéril.

- Maria também recebe um consolo da parte de Deus: O anjo diz: Porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas. Deus prometeu e está cumprindo.

Deus está dizendo para Maria: Se Eu faço uma estéril engravidar, também, pelo Poder do Espírito Santo faço você engravidar pelo sobrenatural, sem o homem José.

Como será isto?        

Pelo poder do Espírito Santo de Deus!

03.Aqui está a escrava/empregada do Senhor

Então, disse Maria: Aqui está a empregada do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra. E o anjo se ausentou dela - Lucas 1.38.

Somente pessoas obedientes são usadas por Deus, tenho plena convicção de que Deus escolheu Maria entre milhares de jovens porque somente ela era a mais santa, pura e obediente a Lei de Deus.

Maria humildemente aceita a saudação e a mensagem da parte de Deus. Ela não se declara senhora, mas simplesmente escrava ou empregada do Senhor e demonstra total obediência: Cumpra-se em mim conforme a tua palavra. Com sua humildade e fé obedeceu e participou ativamente no plano da Redenção. Maria é uma jovem seria e santa, disposta a fazer a vontade de Deus e não a sua.

Deus leva a serio esta jovem e santa e ela também leva Deus a serio. Ela entende que é muito favorecida e se sujeita a vontade de Deus, põe-se à disposição para servir e não para ser senhora.

A obediência de Maria é determinante para a execução do Plano da Salvação a ser colocado em pratica por Deus e Jesus.

Conclusão

Feliz natal, não deveríamos dizer somente para as mulheres grávidas? Todas as vezes que alguém diz "feliz natal" se referindo ao Senhor Jesus, na verdade está dizendo que Ele ainda não veio como nosso Salvador. Quem diz feliz natal está negando o Senhor Jesus como Salvador.

Se Jesus tivesse ordenado comemorar seu nascimento teria registrado na Bíblia a data exata, que teria sido aproximadamente em setembro. Se fossemos comemorar o nascimento de Jesus, nós falaríamos feliz aniversário e não "feliz nascimento ou feliz parto".

Se Maria pudesse ouvir tantas mentiras criadas a respeito dela e de Jesus, certamente seria grande a sua dor. O diabo é o pai da mentira (Jo 8.44). Você concorda com tantas mentiras, incluindo o barbudo Noel que é impostor, mentiroso, falsário, que é a personificação do próprio satanás?

Maria disse: Aqui está a empregada do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua Palavra.

O Profeta Isaías disse: Eis-me aqui, envia-me a mim.

E você, o que tem dito a Deus?

Se você citar a nossa autoria (Paulino Cordeiro) e nosso site (http://www.familiaabencoada.org.br/) poderá pregar na sua Igreja ou publicar em outros Sites. Dê bom testemunho para poder abençoar, seja fiel.

Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Comunidade Evangélica Família Abençoada.   Sermão compartilhado em 14.12.2014 - Noite.

 

 
Links relacionados
· Mais sobre Interesse de Comunhão
· Notícias por paulino


Mais lidos: Interesse de Comunhão:
A IMPORTÂNCIA DA CEIA DO SENHOR - Marcos 14.22-26 (Pr. Paulino Cordeiro)

 

 
Opções

 Imprimir  Imprimir

 Enviar para alguém  Enviar para alguém

 

 
Hoje!
Não há histórias publicadas hoje.
 

 
Clique!









 

 
Já leu?

Interesse de Comunhão

·MORTE, FIM OU CONTINUIDADE? - Hebreus 9.27-28 (Pr. Paulino Cordeiro)
·CONFIANÇA - Salmo 20.6-8 (Pr. Paulino Cordeiro)
·O TAMANHO DO AMOR DE DEUS - Rm – 8.24-39 (Pr. Paulino Cordeiro)
 

Certificado de registro da marca processo n.: 904102963
Todas as mensagens devem citar a fonte. Fale conosco antes de divulgar.
(41)3078-7940 / 8418-2586 cefa@familiaabencoada.org.br

Site baseado no software livre PHP-Nuke - Tempo para gerar esta página: 0.023 segundos