Comunidade Evangélica Família Abençoada - CEFA  Pastores Paulino e Roseli Cordeiro
 Seja bem-vindo!Interesses |10 Mais | Buscar em  
 
CEFA
Quem somos?
Origem
Destino
Valores
Contato e Localização
Programação
 

 
Pastorais
Mensagens
Conselhos do Pastor
Estudos
Cuidados espirituais
Testemunhos
Sermões
 

 
Atividades
Cultos
Curso Para Casais
Grupos Familiares
Discipulado
Outras
 

 
Interesses
Feminino
Masculino
Jovem
Casamento
Infantil
Comunhão
Filhos
Família
 

  
 
 

 
ELOGIOS À IGREJA – Ap 2.1 - 3.22 (Pr. Paulino Cordeiro)
Sermão
Interesse de Comunhão

Jesus decreta elogios, críticas, conselhos e promessas às sete igrejas locais que se situavam na Ásia. Para entendermos o que Jesus estava escrevendo àquelas igrejas locais, não podemos perder de vista que a Igreja do Senhor Jesus é única, formada por todos os verdadeiros Crentes de todos os lugares. Então, na verdade, o conteúdo das cartas direcionadas às sete igrejas é para a Igreja de todos os lugares e de todos os tempos.

Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 - (tamanho de 5.1mb).

Hoje, compartilharemos os elogios, nos próximos domingos os demais aspectos. Então, o que seria um elogio? É uma verdade comunicada com profunda sinceridade, em louvor de alguém, com fim motivador.

Passados quase dois mil anos, estas Igrejas locais não existem mais, as cidades não existem mais, hoje, naquela região acha-se a Turquia.

Jesus é o Deus que tudo vê; via a Igreja daquele tempo e vê a Igreja de hoje.

01. À Igreja em Éfeso - Ap 2.2-3

Significado: Éfeso significa desejável.

Contexto: Era um grande pólo econômico da Ásia, foi a maior cidade da costa Oeste da Ásia Menor, no mar Egeu. Tinha o maior porto da Ásia e duas estradas importantes cruzaram em Éfeso, sua provável população seria em torno de 350.000. Era o centro de adoração da deusa da fertilidade, Ártemis ou Diana.

Elogio: Conheço as tuas obras, tanto o teu labor como a tua perseverança, e que não podes suportar homens maus, e que puseste à prova os que a si mesmos se declaram apóstolos e não são, e os achaste mentirosos; e tens perseverança, e suportaste provas por causa do meu nome, e não te deixaste esmorecer.

Jesus elogia os Crentes daquela cidade quanto ao trabalho, a perseverança, a coragem e a firmeza na Palavra contra homens maus e perversos.

02. À Igreja em Esmirna - Ap 2.9-10

Significado: Esmirna significa mirra, um dos presentes dado ao Senhor Jesus, pelos reis. A mirra é um pequeno arbusto encontrado nos desertos da África. É necessário esmagar os galhos para extrair a sua perfumada resina.

Contexto: Esmirna, hoje se chama Izmir, a terceira maior cidade da Turquia e o segundo mais importante porto do país. Durante o domínio romano, foi um centro de idolatria oficial a Roma, conhecida como Guardião do Templo (gr. neokoros). Foi escolhida como local do templo ao imperador Tibério. Foram descobertas imagens, na praça principal da cidade, de Posêidon (deus grego do mar) e de Deméter (deusa grega da ceifa e da terra).

Elogio: Conheço a tua tribulação, a tua pobreza (mas tu és rico)... - Ap 2.9-10

Aqueles Crentes estavam sendo quebrados, suportavam perseguições e provações, mas exalavam o perfume de Cristo. Sofriam danos materiais e emocionais, entretanto, o seu tesouro era acumulado no Céu - mas tu és rico.        

03. À Igreja em Pérgamo - Ap 2.13

Significado: Pérgamo significa casamento, uma igreja mundana, falsas doutrinas circulavam dentro da igreja, crentes de Pérgamo estavam casados com o mundo.

Contexto: Pérgamo era Muito idólatra. Era famosa por sua escola de medicina e Esculápio, simbolizado por uma serpente, era adorado como o deus da medicina. A Igreja era muito influenciada com doutrinas falsas que incentivavam os irmãos a praticarem idolatria e imoralidade. Tinha dois tronos de satanás: o altar de Zeus, com 60 metros de altura e um templo de culto ao imperador romano.

Depois de Alexandria, possuiu a segunda maior biblioteca. Foi em Pérgamo que nasceu o uso de peles de animais para fazer pergaminhos, substituindo o papiro.

Elogio: Conheço o lugar em que habitas, onde está o trono de Satanás, e que conservas o meu nome e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha testemunha, meu fiel, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita.

Naquela cidade havia Crentes que, com o seu comportamento, honravam a Jesus e não negavam a sua fé.

04. À Igreja em Tiatira - Ap 2.19

Significado: Tiatira significa sacrifício, dificuldade.

Contexto: estava situada no caminho entre Pérgamo e Sardes e atualmente, chama-se Akhisar. A cidade de Tiatira era conhecida pela produção de púrpura, uma tinta usada em tecidos (Atos 16.14), além de roupas, artigos de cerâmica, bronze, etc.

Tiatira teve templos e santuários religiosos, aos falsos deuses Apolo, Tirimânios e Artemis (Atos 19.34) e um santuário a Sambate. A importância de figuras femininas na cultura religiosa de Tiatira pode ter facilitado o trabalho de Jezabel, a mulher que seduzia os discípulos e incentivava a idolatria e a prostituição.

Elogio: Conheço as tuas obras, o teu amor, a tua fé, o teu serviço, a tua perseverança e as tuas últimas obras, mais numerosas do que as primeiras.

O Corpo de Cristo que ali se reunia vinha demonstrando crescimento nas obras, no amor, na fé, no serviço e na perseverança.

05. À Igreja em Sardes - Ap 3.4

Significado: Sardes significa remanescente, o que escapou.

Contexto: hoje restam apenas ruínas perto da atual vila de Sarte na Turquia, considerava-se impenetrável. Foi situada numa rota comercial importante no vale do Hermom, com a parte superior da cidade (a acrópole) quase 500 metros acima da planície, nos rochedos íngremes do vale. Pela produção de ouro, prata, pedras preciosas, lã, tecido, etc., se tornou próspera. Era uma cidade com um passado glorioso e um presente de pouca importância em termos políticos e comerciais. 

O espírito de Jezabel regia o culto a Baal, pervertendo o povo de Deus a práticas abomináveis, como a prostituição e a alimentação com carnes sacrificadas a ídolos.

Elogio: Tens, contudo, em Sardes, umas poucas pessoas que não contaminaram as suas vestiduras e andarão de branco junto comigo, pois são dignas.

Esta igreja local tinha apenas algumas pessoas que não se contaminaram com aquelas coisas que desagradam a Deus. Ali havia poucas pessoas dignas.

06. À Igreja em Filadélfia - Ap 3.8

Significado: Filadélfia significa amor fraternal

Contexto: Tinha uma localização estratégica de acesso entre os países antigos de Frígia, Lídia e Mísia. A região produzia uvas e o povo adorava Dionísio, o deus grego do vinho, equivalente a Baco, o deus Romano do vinho. A cidade servia como base para a divulgação do helenismo (imposição da cultura Grega) às regiões de Lídia e Frígia. Foi localizada num vale no caminho entre Pérgamo e Laodicéia. Atualmente, a cidade de Alasehir fica no mesmo lugar, construída sobre as ruínas de Filadélfia.

Elogio: Conheço as tuas obras - eis que tenho posto diante de ti uma porta aberta, a qual ninguém pode fechar - que tens pouca força, entretanto, guardaste a minha Palavra e não negaste o meu nome.

Os Crentes daquela cidade viviam o amor fraternal, tinham amor à Palavra e ao nome de Jesus.

07.  À Igreja em Laodicéia - Ap 3.15-16

Significado: Laodicéia significa que é de Laodice. Laodice significa justiça pública, justiça do povo, uma justiça da tradição.

Contexto: Situava-se no local da atual cidade de Denizli, na Turquia. Naquele tempo, a cidade era abastecida por aquedutos das fontes termais ao sul da cidade. A água chegava, na cidade, morna e sua qualidade não era boa. Ao engolir esta água, muitas pessoas tinham vontade de vomitar, como Jesus sentiu vontade de vomitar de sua boca a igreja de Laodicéia.

Outras características de Laodicéia servem como base para a linguagem desta carta. Foi conhecida como um centro bancário (3.17-18). A região produzia lã preta (3.18) e um tipo de colírio para os olhos (3.19).

Elogio: Sem elogios, pois, estava a ponto de ser vomitada do Reino de Deus, era tão ruim quanto à sua água morna.

Conclusão

As sete Igrejas locais, mencionadas por Jesus, representam a totalidade da Sua Igreja, pois, Ele dirige-se à IGREJA QUE ESTÁ EM Éfeso, Esmirna, Pérgamo, Tiatira, Sardes, Filadélfia, Laodicéia, portanto escreve ao Corpo de Cristo.

Cada Igreja local enfrenta situações diferentes, é por isto que Jesus se reporta a cada uma de maneira diferente, mas, podemos facilmente perceber que estes decretos dados às igrejas formam um conteúdo único, direcionado à Igreja de todos os tempos.

Que elogios servem para nós?

Como estamos lidando com a prostituição e a idolatria que o mundo tenta impor na vida dos Crentes?

Será que existe alguma Igreja como a de Loadicéia nos dias de hoje?

Será que existe alguma Igreja como a de Filadélfia nos dias de hoje?

Se você citar a nossa autoria (Paulino Cordeiro) e nosso site (http://www.familiaabencoada.org.br/) poderá pregar na sua Igreja ou publicar em outros Sites. Dê bom testemunho para poder abençoar, seja fiel.

Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Comunidade Evangélica Família Abençoada - Sermão compartilhado em 04.11.2007 e 29.04.2012 - noite.

 

 
Links relacionados
· Mais sobre Interesse de Comunhão
· Notícias por paulino


Mais lidos: Interesse de Comunhão:
A IMPORTÂNCIA DA CEIA DO SENHOR - Marcos 14.22-26 (Pr. Paulino Cordeiro)

 

 
Opções

 Imprimir  Imprimir

 Enviar para alguém  Enviar para alguém

 

 
Hoje!
Não há histórias publicadas hoje.
 

 
Clique!









 

 
Já leu?

Interesse Feminino

·Visão de Fé para a Esposa (Pr. Paulino Cordeiro)
 

Certificado de registro da marca processo n.: 904102963
Todas as mensagens devem citar a fonte. Fale conosco antes de divulgar.
(41)3078-7940 / 8418-2586 cefa@familiaabencoada.org.br

Site baseado no software livre PHP-Nuke - Tempo para gerar esta página: 0.024 segundos