Comunidade Evangélica Família Abençoada - CEFA  Pastores Paulino e Roseli Cordeiro
 Seja bem-vindo!Interesses |10 Mais | Buscar em  
 
CEFA
Quem somos?
Origem
Destino
Valores
Contato e Localização
Programação
 

 
Pastorais
Mensagens
Conselhos do Pastor
Estudos
Cuidados espirituais
Testemunhos
Sermões
 

 
Atividades
Cultos
Curso Para Casais
Grupos Familiares
Discipulado
Outras
 

 
Interesses
Feminino
Masculino
Jovem
Casamento
Infantil
Comunhão
Filhos
Família
 

  
 
 

 
CURA OU SALVAÇÃO? Lucas 17.11-19 (Pr. Paulino Cordeiro)
Sermão
Interesse de Comunhão

Dez leprosos de longe gritaram, dizendo: Jesus, Mestre, compadece-te de nós!

(Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 -  tamanho de 2.72Mb)

Todos receberam a cura tão desejada, ficaram limpos e purificados da terrível lepra, foram libertos daquela maldição que os afastava da vida comunitária.

Por que, nove se acharam bons e merecedores da misericórdia de Deus e seguiram suas vidas, sem Jesus?

Por que, somente um quis demonstrar gratidão e seguir obedecendo ao Mestre Jesus?

Cura ou Salvação, ou ambas?

01. Muitos recebem a cura - v.12-14

Ao entrar numa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez leprosos, que ficaram de longe e lhe gritaram, dizendo: Jesus, Mestre, compadece-te de nós! - v.12-13.

Na hora do apuro todos vão ao encontro de Jesus e clamam pela sua misericórdia (v.13).

Ao vê-los, disse-lhes Jesus: Ide e mostrai-vos aos sacerdotes. Aconteceu que, indo eles, foram purificados - v.14.

No aperto todos obedecem a Jesus e recebem as bênçãos, notem: Ide... Aconteceu que, indo eles, foram purificados. Neste evento fica bem claro que a misericórdia de Deus é para todos, mas é uma minoria que demonstra gratidão.

Como Pastor, tenho presenciado esta triste realidade, pois, muitas pessoas chegam arrebentadas nas Igrejas Locais, são tratadas, restauradas e libertas, alcançam prosperidade, mas de repente se rebelam contra tudo e contra todos e saem sem nem sequer dizerem um muito obrigado.

Estava tentando imaginar o que se passaria pela memória de alguém que experimentou as curas de Jesus, mas negou a Salvação e foi parar no inferno. Provavelmente diria assim: - Puxa vida, que tolo fui eu, estive tão pertinho, experimentei o amor de Deus, conheci Jesus e fui ingrato. - Agora, estou aqui no inferno, condenado ao sofrimento eterno, que dor! - Agora, apenas tenha a certeza de que é tarde demais para arrependimento!

Mesmo que não receba aquilo que você acha que tanto necessita, não espere até ir para o inferno, arrependa-se de todos os pecados e confesse ao SENHOR Jesus como teu Salvador (Romanos 10.9-10).

02. Poucos recebem a Salvação - v.15-19

Um dos dez, vendo que fora curado, voltou, dando glória a Deus em alta voz, e prostrou-se com o rosto em terra aos pés de Jesus, agradecendo-lhe; e este era samaritano. Então, Jesus lhe perguntou: Não eram dez os que foram curados? Onde estão os nove? Não houve, porventura, quem voltasse para dar glória a Deus, senão este estrangeiro? E disse-lhe: Levanta-te e vai; a tua fé te salvou

Somente um dos DEZ que além de tudo era samaritano, considerado impuro e excluído do povo de Deus (a Igreja) por não ser judeu, mas vendo que fora curado, voltou, dando glória a Deus em alta voz, e prostrou-se com o rosto em terra aos pés de Jesus, agradecendo-lhe.

O samaritano representa o pecador arrependido com o coração cheio de gratidão a Deus. No aperto todos obedecem a Jesus e recebem as bênçãos de Deus; notem: Ide... Aconteceu que, indo eles, foram purificados. Vemos que a cura foi motivada pela obediência deles e este evento deixa-nos uma grande lição: A misericórdia de Deus é para todos, porém, a Salvação é uma decisão pessoal que impulsiona o indivíduo a demonstrar gratidão pelas misericórdias.    

Bondade e misericórdia certamente me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na Casa do SENHOR para todo o sempre - Salmo 23.6.

Os outros nove não eram estrangeiros, eram judeus, os da Igreja, "se achavam" merecedores e justos; o que fizeram?  Negaram ao SENHOR Jesus. Jesus fez exatamente o que a Lei mandava, para testar sua obediência, encaminhando-os para que os sacerdotes examinassem-nos, porém, só um desenvolveu gratidão pela cura e foi Salvo.  

Aos arrependidos e gratos, além de curar, Jesus diz: Levanta-te e vai; a tua fé te salvou.             

Conclusão

Cura ou Salvação?

A Misericórdia de Deus, com certeza, você já experimentou muitas vezes, mas, você tem sido grato o suficiente para continuar obedecendo a todas as ordens do SENHOR Jesus?

Nunca queira ser um dos nove, pois, este é o caminho da auto-suficiência que conduz a perdição eterna. Apesar dos erros e pecados, arrependa-se e esteja sempre voltando ao SENHOR Jesus, com gratidão e dando Glória a Deus em alta voz.

Cura ou Salvação?

Não posso decidir por você, mas rogo a Deus que a tua decisão seja, também, pela Salvação de Deus, em Jesus Cristo.

Pr. Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Família Abençoada -06.09.2009 -noite

 

 
Links relacionados
· Mais sobre Interesse de Comunhão
· Notícias por paulino


Mais lidos: Interesse de Comunhão:
A IMPORTÂNCIA DA CEIA DO SENHOR - Marcos 14.22-26 (Pr. Paulino Cordeiro)

 

 
Opções

 Imprimir  Imprimir

 Enviar para alguém  Enviar para alguém

 

 
Hoje!
Não há histórias publicadas hoje.
 

 
Clique!









 

 
Já leu?

Interesse de Filhos

·Tem Pão Velho?
·Deus quer tudo!!!
 

Certificado de registro da marca processo n.: 904102963
Todas as mensagens devem citar a fonte. Fale conosco antes de divulgar.
(41)3078-7940 / 8418-2586 cefa@familiaabencoada.org.br

Site baseado no software livre PHP-Nuke - Tempo para gerar esta página: 0.036 segundos