Comunidade Evangélica Família Abençoada - CEFA  Pastores Paulino e Roseli Cordeiro
 Seja bem-vindo!Interesses |10 Mais | Buscar em  
 
CEFA
Quem somos?
Origem
Destino
Valores
Contato e Localização
Programação
 

 
Pastorais
Mensagens
Conselhos do Pastor
Estudos
Cuidados espirituais
Testemunhos
Sermões
 

 
Atividades
Cultos
Curso Para Casais
Grupos Familiares
Discipulado
Outras
 

 
Interesses
Feminino
Masculino
Jovem
Casamento
Infantil
Comunhão
Filhos
Família
 

  
 
 

 
REALIDADES ESPIRITUAIS - Mateus 26.38-46 (Pr. Paulino Cordeiro)
Sermão
Interesse de Comunhão

Dentro de cada ser humano existe um grito de vitória, é um sopro Divino e sobrenatural.

Quando tudo parece perdido há algo que impulsiona para valores nobres e elevados; é o espírito humano, criado à imagem e semelhança de Deus, exigindo vida e vitória.

Todos nós conhecemos muitas histórias de pessoas que repentinamente, em situações de "vida ou morte" têm suas forças multiplicadas; isto é o sopro de Deus se manifestando, o espírito humano, gritando pela vida.

Quando reconhecemos que fomos criados por Deus e aceitamos o Seu grande amor, recebendo o Seu Filho Jesus Cristo como nosso Salvador e Redentor, somos adotados como filhos de Deus e recebemos o Espírito Santo de Deus, que vem e toma conta de todo o nosso ser.

O espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca.

01.   A carne é fraca - v.41

Podemos estar muito bem com Deus e com as pessoas, mas a carne é fraca e sempre será fraca, até que sejamos restaurados para a vida eterna com Deus.

A carne é fraca, é pó e voltará ao pó, mas o espírito é de Deus e voltará para Deus: O espírito é o que vivifica; a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos tenho dito são espírito e são vida - João 6.63.  

Somos constituídos de um corpo carnal com cinco sentidos que mandam informações ao nosso cérebro, que é a nossa alma. Cada corpo humano só tem uma vida porque Deus colocou nele um espírito à Sua imagem e semelhança (Genesis 1.16), mas quando Deus retira o espírito o ser humano morre.

Se não aceitarmos o fato de que a carne é fraca, os nossos cinco sentidos (visão, tato, olfato, paladar e audição) estarão alimentando a nossa alma com as mais luxuriosas tentações e não seremos mais que vencedores (Romanos 8.37), seremos escravos do diabo.

A carne é fraca, mas Deus Pai, por meio de Jesus e do Espírito Santo nos dá poder para identificarmos e vencermos as tentações.

02.   Vigie para não ser surpreendido - v.41

Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca.

A tentação é um agradável artifício do diabo, que desperta fortes desejos à carne, para que o Crente desvie o olhar do Caminho Verdadeiro e caia no abismo do pecado. 

Só obedece a ordem de Jesus "vigiai" quem aceita a realidade de que a carne é fraca e o diabo é tentador.

Você poderá ser fiel a Deus durante toda a vida, mas, se ignorar a tentação certamente cairá em pecado; será como um motorista de automóvel que, dirige muito bem, porém, distraindo-se por um segundo causa grandes danos a si mesmo e a outros.

Só é surpreendido quem é negligente, pois, Deus coloca dois grandes sinalizadores dentro dos filhos Seus: O Espírito Santo (Romanos 8.9) e a Sua Palavra (Salmo 119.11).

A falta de vigilância pode oferecer surpresas muito desagradáveis, inclusive o fogo do inferno. VIGIAI !!!

Não concorde com a aparência agradável e sedutora da tentação, siga o convite de Jesus: Dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, dia a dia tome a sua cruz e siga-me. Pois quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á; quem perder a vida por minha causa, esse a salvará. Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se vier a perder-se ou a causar dano a si mesmo? - Lucas 9.23-25.   

03.   Ore para não ser vencido - v.41

Jesus estava sendo terrivelmente tentado (v.39), a ponto de orar "Meu Pai, se possível, passe de mim este cálice! Todavia, não seja como eu quero, e sim como tu queres".

Por mais forte que seja a tentação, se estivermos vigilantes e orando, negaremos a nossa vontade e faremos a vontade do Pai.

Ninguém vence a tentação se não suplicar forças ao Pai; somos fracos, mas o Espírito Santo intercede por nós e nos ensina a orar como convém (Romanos 8.26).

Ore para não ser vencido, ore sem cessar!!!

Orar é a melhor maneira de resistir ao diabo; ele foge (Tg 4.7).

Conclusão

Se não nos convertermos, para o Deus Criador, será apenas um sonho frustrado, pois, Ele nos criou para participarmos de Sua Glória.

Se confiarmos no poder humano seremos destruídos: Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, faz da carne mortal o seu braço e aparta o seu coração do SENHOR! - Jeremias 17:5.

Precisamos enfrentar a realidade espiritual; a carne é fraca, devemos vigiar para não sermos surpreendidos e orar para não sermos vencidos.

Pr. Paulino Cordeiro - 06.04.2008 - noite

 

 
Links relacionados
· Mais sobre Interesse de Comunhão
· Notícias por paulino


Mais lidos: Interesse de Comunhão:
A IMPORTÂNCIA DA CEIA DO SENHOR - Marcos 14.22-26 (Pr. Paulino Cordeiro)

 

 
Opções

 Imprimir  Imprimir

 Enviar para alguém  Enviar para alguém

 

 
Hoje!
Não há histórias publicadas hoje.
 

 
Clique!









 

 
Já leu?

Interesse do Casal

·Curso Família Abençoada
·Lençol Sujo
·Inteligência Sobrenatural - Fé
 

Certificado de registro da marca processo n.: 904102963
Todas as mensagens devem citar a fonte. Fale conosco antes de divulgar.
(41)3078-7940 / 8418-2586 cefa@familiaabencoada.org.br

Site baseado no software livre PHP-Nuke - Tempo para gerar esta página: 0.031 segundos