JEITINHO – Lucas 7.24-35

| 22-02-2018

É bem conhecida a frase "jeitinho brasileiro", especialmente no exterior, mas neste texto vemos o "jeitinho" do perdido, negando os servos de Deus e sua verdade. É claro que nesta passagem vemos o "jeitinho de satanás" se rebelando contra tudo e contra todos.

Este jeitinho é aplicado, infelizmente, pelas pessoas que conhecem a Palavra de Deus - v.29-30.

A que, pois, compararei os homens da presente geração, e a que são eles semelhantes? São semelhantes a meninos que, sentados na praça, gritam uns para os outros: Nós vos tocamos flauta, e não dançastes; entoamos lamentações, e não chorastes - V 31-32.

O "jeitinho" é egocêntrico quer que as pessoas se alegrem com a sua alegria e chorem com a sua lamentação.

01. Jeitinho para negar a voz profética

Todos os Israelitas conheciam a profecia de Isaías 40.3: Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do SENHOR; endireitai no ermo vereda a nosso Deus - (Lucas 3.3-4).

Os conhecedores da Palavra, aqueles que deveriam ser ajudantes do profeta, rejeitam ao Profeta João Batista e a sua mensagem.

Jesus questiona o povo, a respeito de João, por três vezes: Que saístes a ver? (v.24-26), procurando demonstrar que não se tratava de um aventureiro qualquer:

- v.24: Tendo-se retirado os mensageiros de João Batista (v.20), passou Jesus a dizer ao povo a respeito de João: Que saístes a ver no deserto? Um caniço agitado pelo vento?

- v.25: Que saístes a ver? Um homem vestido de roupas finas? Os que se vestem bem e vivem no luxo assistem nos palácios dos reis.

Saístes a ver um príncipe, um almofadinha, um colarinho branco que vive no luxo? Não, é um homem diferente na maneira de vestir-se e alimentar-se, ele suporta o deserto, suporta a todos os obstáculos para cumprir sua missão.

- v.26: Sim, que saístes a ver? Um profeta? Sim, eu vos digo, e muito mais que profeta.

Então, quem é este homem?      

Este é aquele de quem está escrito (Malaquias 3.1): Eis aí envio diante da tua face o meu mensageiro, o qual preparará o teu caminho diante de ti. E eu vos digo: entre os nascidos de mulher, ninguém é maior do que João; mas o menor no reino de Deus é maior do que ele - v.27-28.

Então, quem é este homem?

É aquele que prega a salvação e morre, mas anuncia a Jesus que é Rei Eterno; ele desaparece para que Cristo apareça.

Deus continua levantando pregadores com voz profética, até quando?

Até quando o jeitinho dos Fariseus e interpretes da Bíblia vai continuar levando pessoas, conhecedoras da Palavra, para o inferno?

Todo o povo que o ouviu e até os publicanos reconheceram a justiça de Deus, tendo sido batizados com o batismo de João; mas os fariseus e os intérpretes da Lei rejeitaram, quanto a si mesmos, o desígnio de Deus, não tendo sido batizados por ele - v.29-30.

- v.33: Pois veio João Batista, não comendo pão, nem bebendo vinho, e dizeis: Tem demônio:

O jeitinho diz: Ele é endemoninhado, não é bom pregador, é agressivo, fala palavras duras, não tem amor, não tem unção do Espírito Santo, até fala um português estranho... O jeitinho não é brasileiro, é do diabo!

02. Jeitinho para negar o Salvador - falsas acusações:

O jeitinho a tudo justifica, perverte o verdadeiro sentido da Palavra, inventa, mente, e ainda diz a Bíblia contém verdades, mas tem coisas que não se aplicam na vida de hoje, muita coisa é invenção de homens.

- v.34: Veio o Filho do Homem (Jesus), comendo e bebendo, e dizeis: Eis aí um glutão e bebedor de vinho, amigo de publicanos e pecadores!

Acusaram a Jesus de ser festeiro por freqüentar festas judaicas, de ser um glutão que ia a jantares de pecadores; que convivia, comia e bebia com pecadores; que andava com os odiados cobradores de impostos e perdidos.

Enfim, João Batista era um mensageiro de Deus (Isaías 40.3) e Jesus era um homem sábio e mestre popular que se comunicava com todos e ambos foram acusados de terem demônio. Tudo isto por causa do jeitinho das trevas.

03. Jeitinho para negar a verdade pregada pelos servos de Deus:

Na verdade, todos estes jeitinhos são artimanhas das trevas para levarem mais pessoas ao fogo do inferno.

Os conhecedores da Palavra negaram/rejeitaram a verdade pregada por João Batista e por Jesus colocando defeitos e calúnias sobre eles.

V. 33-34 - Pois veio João Batista, não comendo pão, nem bebendo vinho, e dizeis: Tem demônio! Veio o Filho do Homem (Jesus), comendo e bebendo, e dizeis: Eis aí um glutão e bebedor de vinho, amigo de publicanos e pecadores!

Aquele povo ficava perturbado por causa das pessoas de João Batista e Jesus, ou por causa da sua mensagem?

Qual foi a última vez que você rejeitou a verdade de Deus?

Convém parar e pensar; será que estou criticando o homem ou é a mensagem de Deus que me perturba?

O jeitinho vai dizer: Ele é um arrogante pretensioso e prepotente, por isto não aceito a Palavra que vem dele.

A Palavra de Jesus diz: Mas a SABEDORIA é justificada por todos os seus filhos - v. 35.

Tiago 3.13 e17 Quem entre vós é sábio e inteligente? Mostre em mansidão de sabedoria, mediante condigno proceder, as suas obras. A sabedoria, porém, lá do alto é, primeiramente, pura; depois, pacífica, indulgente, tratável, plena de misericórdia e de bons frutos, imparcial, sem fingimento (Efésios 3.10-11).

O jeitinho das trevas não prospera onde habita a sabedoria de Deus Pai.                 

Conclusão

   O tempo passa, mas o jeitinho do diabo continua o mesmo. Multidões de pessoas, que conhecem a Palavra, continuam indo para o inferno por que têm concordado com o jeitinho de negar ao pregador, a Jesus e a Sua verdade.

   Se a pregação da Palavra de Deus te incomoda, arrependa-se e dê espaço ao Espírito Santo, obedecendo à Sua voz.

   Abandone todo e qualquer jeitinho das trevas e entre no reino de Deus, obedecendo a Jesus, através da Palavra e seus mensageiros. Nunca se esqueça de que os filhos de Deus são sábios.

   Se você citar a nossa autoria (Paulino Cordeiro) e nosso site (http://www.familiaabencoada.org.br/) poderá pregar na sua Igreja ou publicar em outros Sites. Dê bom testemunho para poder abençoar, seja fiel.  

  Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Comunidade Evangélica Família Abençoada - 22.05.2011 - 17.02.2018.