Comunidade Evangélica Família Abençoada - CEFA  Pastores Paulino e Roseli Cordeiro
 Seja bem-vindo!Interesses |10 Mais | Buscar em  
 
CEFA
Quem somos?
Origem
Destino
Valores
Contato e Localização
Programação
 

 
Pastorais
Mensagens
Conselhos do Pastor
Estudos
Cuidados espirituais
Testemunhos
Sermões
 

 
Atividades
Cultos
Curso Para Casais
Grupos Familiares
Discipulado
Outras
 

 
Interesses
Feminino
Masculino
Jovem
Casamento
Infantil
Comunhão
Filhos
Família
 

  
 
 

 
COMO APROVEITAR OPORTUNIDADES – Lucas 5.1-3 (Pr. Paulino Cordeiro)
Sermão
Interesse de Comunhão

Muitas pessoas lamentam seus fracassos alegando falta de oportunidades, mas, eis uma questão, será que é falta de oportunidades ou falta de atenção para aproveitá-las?

Em relação a vida, cada despertar sinaliza para inúmeras oportunidades, basta estarmos atentos para percebê-las despontando exuberantemente a cada instante, porém, no tocante ao mundo espiritual é somente pelo poder do Espírito Santo que poderemos percebê-las.

Jesus se movia em santidade e no poder do Espírito Santo, sempre atento para aproveitar as oportunidades que o Pai Lhe oferecia e para refutar o diabo.

01. Observar a situação geográfica

Ao apertá-lo a multidão para ouvir a palavra de Deus, estava ele junto ao lago de Genesaré.

Jesus notou que estava geograficamente mal situado e exigia-Lhe uma atitude sábia. A Sua frente uma multidão sedenta de Palavra nova, sinais e milagres, e as Suas costas um grande lago; o que fazer? Estava "contra a parede", ou melhor, contra o Lago de Genesaré, certamente Ele pediu socorro ao Pai.

É assim mesmo que todo o Verdadeiro Crente deve sentir-se constantemente, numa situação difícil, geograficamente "contra a parede"; assim como Jesus devemos agir no poder do Espírito Santo para aproveitarmos a oportunidade.

02. Observar as pessoas e coisas ao seu redor

A situação era crítica, Jesus precisava de uma solução para não perder aquela oportunidade de ensinar sobre o Reino de Deus; então, passou a observar as pessoas e coisas para obter sabedoria e direção de Deus naquele momento difícil...

Jesus analisou a multidão dos exigentes desocupados que estava a Sua frente; tinha que anunciar a Palavra porque se não houvesse salvação ao menos seriam indesculpáveis no Dia do Juízo. Também, olhou para os ocupadíssimos pescadores que estavam a cuidar das suas redes, dos seus barcos e certamente concluiu serem gente bem intencionada.

03. Deus mostra instrumentos e dá autoridade para usá-los

Na Sabedoria Divina, Jesus já havia traçado um perfil das pessoas e ferramentas que Deus havia colocado ao Seu dispor para melhor aproveitar aquela oportunidade...

Estratégia revelada, oportunidade bem aproveitada:

a) Jesus viu dois barcos junto à praia do lago; mas os pescadores, havendo desembarcado, lavavam as redes - Deus havia disponibilizado recursos.

b) Jesus entrando em um dos barcos, que era o de Simão (Pedro) - Tomando posse dos recursos.

c) Jesus pediu a Simão (Pedro) que O afastasse um pouco da praia - Usando adequadamente os recursos.

 04. Deus dará a Palavra certa

"Assentando-se ensinava" - Note bem, Jesus não ficou tenso, pelo contrário, acomodou-se da melhor maneira para cumprir o propósito de Deus.

Vemos claramente, que agir sob controle do Espírito Santo comunica, paz, poder e autoridade nas palavras e atitudes, não importa a situação geográfica ou o tipo de plateia/ouvintes.

O que Jesus ensinou para aquela multidão?

Certamente pregou sobre a essência do Reino de Deus: Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo - Romanos 14.17.

Assim, sabendo como aproveitar a oportunidade, Jesus pregou com poder e autoridade para aquela multidão à beira do lago de Genesaré.

Conclusão

Como a água que desce o rio nunca mais volta, assim são as oportunidades; entretanto, como as águas se renovam, assim renovam-se as oportunidades. Não fique lamentando as oportunidades perdidas, busque sabedoria para não perder as próximas.

Santifique-se e siga a Palavra de Deus, desta forma o Espírito Santo mostrará como aproveitar todas as oportunidades.

Sabendo aproveitar as oportunidades despertamos as pessoas para obedecerem a vontade de Deus, a salvação em Cristo Jesus. Foi o que aconteceu no Lago de Genesaré, só Pedro estava no barco com Jesus, mas foi o suficiente para que ele e todos os seus amigos de pescaria se convertessem (v. 4-11). Quanto a multidão, como quase sempre acontece, parece que eram apenas oportunistas a espera de milagres, sinais e maravilhas.

Notem bem irmãos, Jesus nos dá o mesmo poder e a mesma autoridade, mas, precisamos antes, como Pedro, entender que a santidade de Jesus não tolera o pecado: Lucas 5.8-9 - Lucas 5.8-9 Vendo isto, Simão Pedro prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Senhor, retira-te de mim, porque sou pecador. Pois, à vista da pesca que fizeram, a admiração se apoderou dele e de todos os seus companheiros.

Se você citar a nossa autoria (Pr. Paulino Cordeiro) e nosso site (http://www.familiaabencoada.org.br/) poderá pregar na sua Igreja ou publicar em outros Sites. Dê bom testemunho para poder abençoar, seja fiel.  

Pr. Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Comunidade Evangélica Família Abençoada - 04.07.2010 e 30.09.2017.

 

 
Links relacionados
· Mais sobre Interesse de Comunhão
· Notícias por paulino


Mais lidos: Interesse de Comunhão:
A IMPORTÂNCIA DA CEIA DO SENHOR - Marcos 14.22-26 (Pr. Paulino Cordeiro)

 

 
Opções

 Imprimir  Imprimir

 Enviar para alguém  Enviar para alguém

 

 
Hoje!
Não há histórias publicadas hoje.
 

 
Clique!









 

 
Já leu?

Interesse de Comunhão

·CONFIANÇA - Salmo 20.6-8 (Pr. Paulino Cordeiro)
·O TAMANHO DO AMOR DE DEUS - Rm – 8.24-39 (Pr. Paulino Cordeiro)
·GRANDE TROCA - Hebreus 12.1-13 (Pr. Paulino Cordeiro)
 

Certificado de registro da marca processo n.: 904102963
Todas as mensagens devem citar a fonte. Fale conosco antes de divulgar.
(41)3078-7940 / 8418-2586 cefa@familiaabencoada.org.br

Site baseado no software livre PHP-Nuke - Tempo para gerar esta página: 0.088 segundos