Comunidade Evangélica Família Abençoada - CEFA  Pastores Paulino e Roseli Cordeiro
 Seja bem-vindo!Interesses |10 Mais | Buscar em  
 
CEFA
Quem somos?
Origem
Destino
Valores
Contato e Localização
Programação
 

 
Pastorais
Mensagens
Conselhos do Pastor
Estudos
Cuidados espirituais
Testemunhos
Sermões
 

 
Atividades
Cultos
Curso Para Casais
Grupos Familiares
Discipulado
Outras
 

 
Interesses
Feminino
Masculino
Jovem
Casamento
Infantil
Comunhão
Filhos
Família
 

  
 
 

 
PODER - Atos 8.1-24 (Pr. Paulino Cordeiro)
Sermão
Interesse de Comunhão

O desejo de poder é muito forte dentro do ser humano, é algo sedutor. Muitas vezes e de muitas maneiras somos tentados pela cobiça de poder ilegal.

Filipe, cheio do Poder do Espírito Santo, andava evangelizando e por onde passava, em nome de Jesus, curava enfermos e expulsava demônios. Ele estava famoso e muito procurado, pois, era um homem, que do ponto de vista da multidão, tinha Poder.

Em Samaria (Atos 8.5ss), Filipe encontrou Simão, o mágico e ilusionista, que tinha a admiração de todos por ser considerado o "grande poder", mas, logo todas as pessoas compreenderam que no Filipe havia o Poder maior.        

01. O poder do mundo - v. 9-11

Ora, havia certo homem, chamado Simão, que ali praticava a mágica, iludindo o povo de Samaria, insinuando ser ele grande vulto; ao qual todos davam ouvidos, do menor ao maior, dizendo: Este homem é o poder de Deus, chamado o Grande Poder. Aderiam a ele porque havia muito os iludira com mágicas.

O poder do mundo é extremamente sedutor, pois, é um poder sem compromisso com as pessoas e muito menos com Deus, é um poder fácil, fundamentado em todo o tipo de engano. No mundo, para obter poder, vale roubar, matar e destruir, pois, o autor deste poder é satanás, o maligno.

O ser humano possui cinco sentidos físicos (visão, olfato, audição, paladar e tato), que são guiados pela inteligência. Quando o ser humano pertence somente ao mundo e não ao Reino de Deus, estes sentidos estão abertos somente para as propostas do mundo: ... prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções, invejas, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, como já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam - Gl 5.19-21.

João, o discípulo do SENHOR Jesus, disse: Sabemos que somos de Deus e que o mundo inteiro jaz no Maligno - 1 João 5.19.

O poder do mundo é teatral e maligno, porém, o Poder de Deus é sim, sim ou não, não (Mateus 5.37).

02. O poder de Deus vencendo o poder do mundo - v. 12-17

Quando, porém, deram crédito a Filipe, que os evangelizava a respeito do Reino de Deus e do nome de Jesus Cristo, iam sendo batizados, assim homens como mulheres. O próprio Simão abraçou a fé; e, tendo sido batizado, acompanhava a Filipe de perto, observando extasiado os sinais e grandes milagres praticados. Ouvindo os apóstolos, que estavam em Jerusalém, que Samaria recebera a palavra de Deus, enviaram-lhe Pedro e João; os quais, descendo para lá, oraram por eles para que recebessem o Espírito Santo; porquanto não havia ainda descido sobre nenhum deles, mas somente haviam sido batizados em o nome do Senhor Jesus. Então, lhes impunham as mãos, e recebiam estes o Espírito Santo.

Simão era um grande ilusionista, que enganava a uma cidade inteira, ao ser confrontado com a Palavra de Deus, não só ele "se converteu", mas todos os seus admiradores.

O mágico, observando extasiado os sinais e grandes milagres praticados, no poder do Espírito Santo, por Filipe, ficou ainda mais impressionado com o poder que tinham os apóstolos, não precisavam iludir.

Em Cristo o poder do mundo é derrotado.

03. O poder do mundo tentando se infiltrar na Igreja - v. 18-24

Vendo, porém, Simão que, pelo fato de imporem os apóstolos as mãos, era concedido o Espírito Santo, ofereceu-lhes dinheiro, propondo: Concedei-me também a mim este poder, para que aquele sobre quem eu impuser as mãos receba o Espírito Santo. Pedro, porém, lhe respondeu: O teu dinheiro seja contigo para perdição, pois julgaste adquirir, por meio dele, o dom de Deus. Não tens parte nem sorte neste ministério, porque o teu coração não é reto diante de Deus. Arrepende-te, pois, da tua maldade e roga ao Senhor; talvez te seja perdoado o intento do coração; pois vejo que estás em fel de amargura e laço de iniqüidade. Respondendo, porém, Simão lhes pediu: Rogai vós por mim ao Senhor, para que nada do que dissestes sobrevenha a mim.

Simão, o mágico, continua muito atuante dentro da Igreja atual, pessoas continuam querendo adaptar coisas do mundo como se fossem do Reino de Deus, pois, quando se convertem caem na tentação de querer "poder" para fazer dentro da Igreja o que faziam no mundo. Não podemos esquecer que todo o poder vem Deus.

Como Simão, os Crentes são tentados pelo desejo de promoção pessoal, querem poder para aparecer e não para servir, desejam ser admirados por muitos aparentando grande piedade. Cuidado, Deus sonda os corações, só recebe o Poder quem deseja, sinceramente, servir!

Vemos que o Poder do Espírito Santo vem por meio de uma vida Diária com Deus; Ele não necessita de ilusionistas, apenas quer filhos obedientes. A unção do Espírito Santo só vem por consagração em obediência.

Infelizmente, como Simão o mágico, muitos crentes e pastores estão nas igrejas locais fazendo o que o mundo faz.

Conclusão

Filipe e os Apóstolos operavam milagres, sinais e maravilhas no Poder do Espírito Santo porque eram obedientes a Deus e aos seus Mandamentos. Eram pessoas santas que serviam a Deus, somente no Poder do Espírito Santo e renunciavam aos falsos poderes oferecidos pelo mundo. Eles apenas obedeciam às ordens de Jesus (Mc 16.15) e os sinais e maravilhas aconteciam para a Glória de Deus e não deles.  Decidiram andar na verdade e em unanimidade.

Jesus orou pelos seus discípulos e por nós: Santifica-os na verdade, a tua palavra é a verdade - João 17.17.

Perseveravam unânimes: Todos estes perseveravam unânimes em oração, com as mulheres, com Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele - Atos 1.14.

Se você citar a nossa autoria (Paulino Cordeiro) e nosso site (www.familiaabencoada.org.br) poderá pregar na sua Igreja ou publicar em outros Sites. Dê bom testemunho para poder abençoar, seja fiel.

     Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Comunidade Evangélica Família Abençoada - Sermão compartilhado em 16.09.2007 - 18.03.2012 - 19.07.2017.

 

 
Links relacionados
· Mais sobre Interesse de Comunhão
· Notícias por paulino


Mais lidos: Interesse de Comunhão:
A IMPORTÂNCIA DA CEIA DO SENHOR - Marcos 14.22-26 (Pr. Paulino Cordeiro)

 

 
Opções

 Imprimir  Imprimir

 Enviar para alguém  Enviar para alguém

 

 
Hoje!
Não há histórias publicadas hoje.
 

 
Clique!









 

 
Já leu?

Interesse Familiar

·Estudo 07 - Salvação - O que significa Salvação na Bíblia
·Estudo 06 - Salvação - O que significa Salvação na Bíblia
·Estudo 05 - Salvação - O que significa salvação na Bíblia
 

Certificado de registro da marca processo n.: 904102963
Todas as mensagens devem citar a fonte. Fale conosco antes de divulgar.
(41)3078-7940 / 8418-2586 cefa@familiaabencoada.org.br

Site baseado no software livre PHP-Nuke - Tempo para gerar esta página: 0.025 segundos