Comunidade Evangélica Família Abençoada - CEFA  Pastores Paulino e Roseli Cordeiro
 Seja bem-vindo!Interesses |10 Mais | Buscar em  
 
CEFA
Quem somos?
Origem
Destino
Valores
Contato e Localização
Programação
 

 
Pastorais
Mensagens
Conselhos do Pastor
Estudos
Cuidados espirituais
Testemunhos
Sermões
 

 
Atividades
Cultos
Curso Para Casais
Grupos Familiares
Discipulado
Outras
 

 
Interesses
Feminino
Masculino
Jovem
Casamento
Infantil
Comunhão
Filhos
Família
 

  
 
 

 
RELEMBRAR AS MISERICÓRDIAS DE DEUS - Salmo 116.12-19 (Pr. Paulino Cordeiro)
Sermão
Interesse de Comunhão

Para relembrarmos as misericórdias de Deus é necessário humildade, somente os humildes reconhecem sua impotência diante do fracasso e assim recebem o livramento pela mão de Deus.

Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 - (tamanho de Mb 5.2).

Vimos que o salmista relembra as quedas para se fortalecer contra as ciladas (Salmo 116.1-4), também relembra as misericórdias de Deus para crescer na fé (Salmo 116.5-11)

Este Salmo ensina encontrarmos palavras a respeito das nossas próprias ações, pois, é o produto direto de uma experiência pessoal. Tem todas as marcas de um testemunho público e espontâneo, na forma de um hino, expressando gratidão e compromisso com Deus.

01. Gera testemunho de gratidão

Somente uma pessoa liberta poderá expressar verdadeira gratidão e exigir de si mesmo como o salmista: Que darei ao SENHOR por todos os seus benefícios para comigo? 

Nos versículos 12-14 o salmista se movimenta para um testemunho de gratidão fervorosa pelas graças recebidas: Que darei ao SENHOR por todos os seus benefícios para comigo? Tomarei o cálice da salvação (Salmo 23.5) e invocarei o nome do SENHOR. Cumprirei os meus votos (obediência aos Mandamentos) ao SENHOR, na presença de todo o seu povo.

As pessoas gratas se alegram na Comunhão Santa, são agradáveis por onde passam, pois vivem testemunhando sobre o Poder de Deus e de Sua Igreja. A gratidão movida pelo Espírito Santo é uma poderosa arma contra as obras do carne (Gálatas 5.19-21) e desenvolve nas pessoas o caráter de Cristo (Gálatas 5.22-23).

Testemunho de gratidão é relembrar as misericórdias de Deus: Lamentações de Jeremias 3.21-23 - Quero trazer à memória o que me pode dar esperança. As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; renovam-se cada manhã. Grande é a tua fidelidade.

02. Voluntariamente se oferece como escravo por amor

Nesta experiência pessoal com Deus, o salmista revela que tendo recebido muitas libertações e tanta misericórdia de Deus restava-lhe dedicar-se, por gratidão, como escravo de Deus:

Salmo 116.15-16: Preciosa é aos olhos do SENHOR a morte dos seus santos. SENHOR, deveras sou teu servo, teu servo, filho da tua serva; quebraste as minhas cadeias.

Ele relembra com alegria que era prisioneiro dos poderes das trevas, mas, o Senhor Deus com mão forte quebrou as cadeias e expulsou os inimigos (Salmo 143.12). Ele está relembrando com gratidão que chicoteado servia ao inimigo como escravo, mas, agora se for preciso morre por amor servindo ao Deus Libertador.

Gálatas 5.1: Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Permanecei, pois, firmes e não vos submetais, de novo, a jugo de escravidão.

Quem recebe Jesus Cristo como seu Libertador, recebe o Espírito Santo de Deus e passa a entender que onde está o Espírito de Deus aí há liberdade e vida abundante (2ª Coríntios 3.17; João 10.10b) e que o diabo veio para matar, roubar e destruir (João 10.10a).

03. Fortalece no compromisso com Deus

Relembrando fatos mercantes da sua vida, vemos um coração alegre e agradecido diante do trono de misericórdia.

O salmista é resoluto e bem decidido: Salmo 116.17-19: - Oferecer-te-ei sacrifícios de ações de graças e invocarei o nome do SENHOR. Cumprirei os meus votos ao SENHOR, na presença de todo o seu povo, nos átrios da Casa do SENHOR, no meio de ti, ó Jerusalém. Aleluia!

O quanto mais testemunhamos do amor e misericórdia de Deus, maior vai ficando nosso compromisso com Deus, o contrário também é verdadeiro, pois, quanto mais se testemunha sobre as obras da carne maior torna-se o compromisso com as trevas.

Seguindo o exemplo do salmista, você tem demonstrado gratidão a Deus e retribuído com votos de obediência?  

Por meio de Jesus, pois, ofereçamos a Deus, sempre, sacrifício de louvor, que é o fruto de lábios que confessam o seu nome - Hebreus 13.15.

Conclusão

Deus é eternamente misericordioso e compassivo, Ele espera que estejamos relembrando e reconhecendo que Ele age diretamente a nosso favor.

João 3.16:  Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porquanto Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.

O Senhor tem feito maravilhas em nossas vidas. Que possamos olhar para o passado com gratidão, viver o presente com fé e amor, e olhar para o futuro com esperança, no Senhor Jesus.

Se você citar a nossa autoria (Paulino Cordeiro) e nosso site (http://www.familiaabencoada.org.br/) poderá pregar na sua Igreja ou publicar em outros Sites. Dê bom testemunho para poder abençoar, seja fiel.

Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Comunidade Evangélica Família Abençoada - 08.05.2016 - Manhã.

 

 
Links relacionados
· Mais sobre Interesse de Comunhão
· Notícias por paulino


Mais lidos: Interesse de Comunhão:
A IMPORTÂNCIA DA CEIA DO SENHOR - Marcos 14.22-26 (Pr. Paulino Cordeiro)

 

 
Opções

 Imprimir  Imprimir

 Enviar para alguém  Enviar para alguém

 

 
Hoje!
Não há histórias publicadas hoje.
 

 
Clique!









 

 
Já leu?

Interesse Jovem

·Vais aceitar o conselho?
·Não é engraçado?
 

Certificado de registro da marca processo n.: 904102963
Todas as mensagens devem citar a fonte. Fale conosco antes de divulgar.
(41)3078-7940 / 8418-2586 cefa@familiaabencoada.org.br

Site baseado no software livre PHP-Nuke - Tempo para gerar esta página: 0.025 segundos