Comunidade Evangélica Família Abençoada - CEFA  Pastores Paulino e Roseli Cordeiro
 Seja bem-vindo!Interesses |10 Mais | Buscar em  
 
CEFA
Quem somos?
Origem
Destino
Valores
Contato e Localização
Programação
 

 
Pastorais
Mensagens
Conselhos do Pastor
Estudos
Cuidados espirituais
Testemunhos
Sermões
 

 
Atividades
Cultos
Curso Para Casais
Grupos Familiares
Discipulado
Outras
 

 
Interesses
Feminino
Masculino
Jovem
Casamento
Infantil
Comunhão
Filhos
Família
 

  
 
 

 
CONFISSÃO – Hebreus 3.1-4 (Pr. Paulino Cordeiro)
Sermão
Interesse de Comunhão

Confissão não é só reconhecer erros e pecados, fraqueza ou falha, é tudo o que expressamos por pensamentos, palavras ou obras. Todas as confissões das pessoas sempre expressarão vida ou morte, salvação ou condenação.

Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 - (tamanho de Mb 5.6).

Confissão, do Grego omologias, significa "dizer a mesma coisa", crer e dizer tudo o que Deus diz a respeito das Leis, dos pecados, das doenças, das promessas de Deus e tudo que está incluído na Redenção que há em Cristo Jesus.

Confissão, segundo a Bíblia, é firmar-se nas Verdades inspiradas por Deus, é simplesmente crer com entendimento e repetir com os nossos lábios as declarações de Deus a respeito do que somos em Cristo e seremos salvos (Rm 10.9).

01. Jesus o Sumo Sacerdote da nossa confissão

O ministério de Jesus como Sumo Sacerdote supre cada uma de nossas necessidades desde o nosso novo nascimento até o momento que adentramos o céu.

Hebreus 3.1: Por isso, santos irmãos, que participais da vocação celestial, considerai atentamente o Apóstolo e Sumo Sacerdote da nossa confissão, Jesus.

Por que devemos reter firmemente a nossa confissão?

Tendo, pois, a Jesus, o Filho de Deus, como grande sumo sacerdote que penetrou os céus, conservemos firmes a nossa confissão. Porque não temos sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; antes, foi ele tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado. Acheguemo-nos, portanto, confiadamente, junto ao trono da graça, a fim de recebermos misericórdia e acharmos graça para socorro em ocasião oportuna - Hebreus 4.14-16.

Quando sabemos que Deus diz em sua palavra "Eu sou o Senhor que te sara" (Êxodo 15.26), cremos e confessamos com os nossos lábios, Cristo agirá como nosso Sumo-Sacerdote.

Devemos confessar que no Calvário aconteceu a nossa "Abolição da Escravatura". Devemos confessar que as nossas enfermidades foram colocadas sobre Cristo, e que somos redimidos de todas as maldições.

Que os fracos confessem ser fortes pois o Senhor é a nossa força - Êxodo 15.2.  A confissão inclui: Somos nova criatura, as coisas velhas já passaram, eis que tudo se fez novo. Devemos continuamente confessar nossa redenção do domínio de satanás.

02. Confissão errada

O que confessamos com os lábios é o que realmente nos controla.  A confissão nos aprisiona se for negativa ou nos liberta se for positiva, conforme a Palavra de Deus. Confessar a falta de fé aumenta a dúvida. Quando você confessa dúvida, fica preso às suas próprias palavras. Quando você busca na Bíblia e na comunhão santa resposta para as tuas dúvidas, aí cresce na fé.

 Provérbio 6.2: estás enredado com o que dizem os teus lábios, estás preso com as palavras da tua boca. Quando duvidamos da Palavra Deus é porque cremos em algo que é contrario àquela Palavra.  Confissão errada põe Deus para fora e convida o diabo a entrar.

Devemos recusar tudo que contribui para uma confissão errada. Quando tomarmos consciência de que estaremos sempre no nível de nossa confissão, aí estaremos prontos para Deus nos usar.  Devemos agir fé, falar fé e pensar fé.

A confissão nos governa, é o que confessamos com a nossa boca que realmente domina nosso ser interior. Não permita que a sua boca destrua a eficácia da Palavra de Deus em sua vida. Alguns confessam em seus lábios mas negam em seus corações. Eles dizem "sim", a Palavra verdadeira, mas em seus corações dizem: "Porém, para o meu caso não é verdade". A confissão de seus lábios não tem valor se o seu coração nega.

Mateus 5.37: Seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não. O que disto passar vem do maligno.

03. Confissão certa

Tendo, pois, a Jesus, o Filho de Deus, como grande sumo sacerdote que penetrou os céus, conservemos firmes a nossa confissão - Hebreus 4.14.

Jesus nos lembra de que que Ele carregou nossas enfermidades e o Espírito Santo nos ordena conforme Salmo 103.2: Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios. Ele é quem perdoa todas as tuas iniquidades; quem sara todas as tuas enfermidades; quem da cova redime a tua vida e te coroa de graça e misericórdia.

Em 1ª Pedro 4.11 lemos: Se alguém fala, fale de acordo com os oráculos de Deus; se alguém serve, faça-o na força que Deus supre, para que, em todas as coisas, seja Deus glorificado, por meio de Jesus Cristo, a quem pertence a glória e o domínio pelos séculos dos séculos. Amém!

Em Fp 4.8 o Espírito Santo diz: Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.

 "Como imaginou em seu coração (sua mente), assim é - Provérbio 23.7".

Romanos 12.1-2: Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

A confissão de fé é a obra redentora de Deus lavrada em Cristo, Deus oferece uma vida perfeita para nós, então devemos conhecer os nossos direitos, revelados na Palavra, e depois reter livremente a nossa confissão. Tome para a tua vida, são direitos seus, retenhamos firmemente...

Doenças, pecados, são derrotados pela nossa confissão da Palavra. Faça sua boca confessar, encha-a com a Palavra. Faça-a dizer o que Deus diz. Não permita que diga qualquer coisa contrária.

"Ver para crer?"  "Bem-aventurados são os que não viram, e creram". A palavra é morta até que, pela fé, ela se torne viva; tornando-se uma força sobrenatural. Faça com que sua boca se harmonize com a Palavra de Deus, assim o sucesso é garantido.

Fé é agradecer a Deus do fundo do seu coração pela benção que ainda não se manifestou mas do qual estamos certos como se já fosse manifesto. A confissão de sua boca que cresceu a partir da fé em seu coração, derrotará completamente o adversário em todo combate. As palavras de Cristo destruíram o poder dos demônios e curaram doentes, elas continuam com o mesmo poder quando cremos e confessamos.

Salmo 34.10 "...aqueles que buscam ao Senhor de nada têm falta".

Confesse primeiramente no seu coração, confesse em voz alta, repita várias vezes, com entendimento; repita com fé até que o seu espírito e suas palavras concordem passando a agir conforme a vontade de Deus, no poder do Espírito Santo.

Conclusão

Confessar corretamente é a maneira de expressar fé, é agir sobre a Palavra de Deus e isso sempre põe Deus em ação para cumprir Suas promessas, todavia, a confissão errada, também, põe satanás para cumprir as suas desgraças. Devemos crer com o nosso coração e confessar com a nossa boca Palavras de fé movidas pelo Espírito Santo de Deus. A Bíblia prega todo o conselho de Deus e as grandiosas riquezas salvadoras em Cristo.

O Santo Espírito diz em Cl 2.6 "Ora, como recebestes Cristo Jesus, o Senhor, assim andai nele".

Apropriar-se da fé para o cumprimento de qualquer promessa, implica em confessarmos o Senhorio de Jesus. Quando permitimos que Jesus se torne Senhor de toda a nossa vida, aí Ele vai nos curar, dar a plenitude do Espirito,  vai tornar real nossa experiência pessoal com Deus, com o uso ilimitado de seu nome. Vai manifestar sua Pessoa realizando cada bênção prometida.

Seu sucesso e sua utilidade no mundo serão medidas pela sua confissão e pela tenacidade com a qual você retém firmemente a confissão em Cristo sob todas as circunstâncias. Deus se torna em você do tamanho da sua confissão.

Que tamanho tem o teu Deus?

Por isso, santos irmãos, que participais da vocação celestial, considerai atentamente o Apóstolo e Sumo Sacerdote da nossa confissão, JESUS - Hebreus 3.1.        

Se você citar a nossa autoria (Paulino Cordeiro) e nosso site (http://www.familiaabencoada.org.br/) poderá pregar na sua Igreja ou publicar em outros Sites. Dê bom testemunho para poder abençoar, seja fiel.

Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Comunidade Evangélica Família Abençoada - Sermão compartilhado em 20.03.2016 - manhã.

 

 
Links relacionados
· Mais sobre Interesse de Comunhão
· Notícias por paulino


Mais lidos: Interesse de Comunhão:
A IMPORTÂNCIA DA CEIA DO SENHOR - Marcos 14.22-26 (Pr. Paulino Cordeiro)

 

 
Opções

 Imprimir  Imprimir

 Enviar para alguém  Enviar para alguém

 

 
Hoje!
Não há histórias publicadas hoje.
 

 
Clique!









 

 
Já leu?

Interesse de Filhos

·Tem Pão Velho?
·Deus quer tudo!!!
 

Certificado de registro da marca processo n.: 904102963
Todas as mensagens devem citar a fonte. Fale conosco antes de divulgar.
(41)3078-7940 / 8418-2586 cefa@familiaabencoada.org.br

Site baseado no software livre PHP-Nuke - Tempo para gerar esta página: 0.037 segundos