Comunidade Evangélica Família Abençoada - CEFA  Pastores Paulino e Roseli Cordeiro
 Seja bem-vindo!Interesses |10 Mais | Buscar em  
 
CEFA
Quem somos?
Origem
Destino
Valores
Contato e Localização
Programação
 

 
Pastorais
Mensagens
Conselhos do Pastor
Estudos
Cuidados espirituais
Testemunhos
Sermões
 

 
Atividades
Cultos
Curso Para Casais
Grupos Familiares
Discipulado
Outras
 

 
Interesses
Feminino
Masculino
Jovem
Casamento
Infantil
Comunhão
Filhos
Família
 

  
 
 

 
NO TEMPO DA GRAÇA – Efésios 2.13-22 (Pr. Paulino Cordeiro)
Sermão
Interesse de Comunhão

Graça significa direito de Salvação e perdão dos pecados concedido por Deus em Cristo. Esta maravilhosa Graça de Deus está a nossa disposição, mas só recebemos pela obediência a Palavra. É urgente entendermos e vivermos corretamente no tempo da Graça.

Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 - (tamanho de Mb 5.2).

Hebreus 12.14-15: Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor, atentando, diligentemente, por que ninguém seja faltoso, separando-se da graça de Deus; nem haja alguma raiz de amargura que, brotando, vos perturbe, e, por meio dela, muitos sejam contaminados.

 

01. Agora, em Cristo, estamos próximos de Deus

O apóstolo Paulo lembra do passado quando era só desgraça, visando abrir o entendimento das pessoas sobre o Tempo da Graça.

Efésios 2.13: Mas, agora, em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, fostes aproximados pelo sangue de Cristo.

As pessoas sem Cristo estão longe de Deus, seus interesses estão centralizados nas coisas do mundo, sabem que Deus existe, mas, com as suas muitas atividades excluem Deus de suas vidas. Quando alguém se converte e aceita a purificação no sangue Redentor de Cristo aí entra no Tempo da Graça; assim, através de Jesus ficamos amigos de Deus.

Hebreus 4.14-16: Tendo, pois, a Jesus, o Filho de Deus, como grande sumo sacerdote que penetrou os céus, conservemos firmes a nossa confissão. Porque não temos sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; antes, foi ele tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado. Acheguemo-nos, portanto, confiadamente, junto ao trono da graça, a fim de recebermos misericórdia e acharmos graça para socorro em ocasião oportuna.

Você tem se achegado a Deus?

02. Jesus Cristo destruiu a parede da separação

Amigos são pessoas bem próximas que participam de tudo, nos momentos felizes e também nos momentos de tristeza; assim deve ser a nossa amizade com Deus, pois Jesus Cristo destruiu a inimizades que nos separava.

Efésios 2.14-16: Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos fez um; e, tendo derribado a parede da separação que estava no meio, a inimizade, aboliu, na sua carne, a lei dos mandamentos na forma de ordenanças, para que dos dois criasse, em si mesmo, um novo homem, fazendo a paz, e reconciliasse ambos em um só corpo com Deus, por intermédio da cruz, destruindo por ela a inimizade.

Jesus veio para derrubar a parede da inimizade, tomou a "marreta" do amor e destruiu o ritualismo da Velha Aliança para que através da Graça cada pessoa tenha a oportunidade de ser feliz e possa andar em novidade de vida.

Quais são as possíveis paredes que separam você de Deus?         

03. Jesus trouxe para nós a boa notícia da Paz

Paz, do Hebraico "shalom", define um completo bem estar onde uma pessoa passa a viver repleta da Graça de Deus, manifestando perfeito equilíbrio do corpo, alma e espírito, ou seja, tem vida material, intelectual e espiritual abundantes.

Em torno de 700 anos a.C., Jesus foi anunciado, pelo profeta Isaías, como Rei do universo e Príncipe da Paz:  Isaías 9.6: Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.

Jesus Cristo é o Príncipe da Paz: E, vindo, evangelizou paz a vós outros que estáveis longe e paz também aos que estavam perto; porque, por ele, ambos temos acesso ao Pai em um Espírito - Efésios 2.17-18.

Com a vinda do Tempo da Graça, a Paz de Deus deixou de ser exclusividade da nação de Israel, o direito a Paz de Deus foi estendido a todos os moradores da terra, por meio de Jesus Cristo.

Deve haver conversão para que tenhamos direito à Graça e à Paz de Cristo: 1ª Tessalonicenses 5.23: O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.

O Verbo se fez carne e habitou entre nós evangelizando, anunciando a boa notícia da Paz e estabelecendo o Tempo da Graça, salvação para todos os pecadores arrependidos.

Você tem vivido na Graça e na Paz de Cristo?

04. Somos edificados para habitação de Deus no Espírito

Quando uma casa vai ser construída, naquele terreno coloca-se uma placa onde está escrito "Em Obras" e também vai o nome do engenheiro responsável pela construção.

Efésios 2.19-22: Assim, já não sois estrangeiros e peregrinos, mas concidadãos dos santos, e sois da família de Deus, edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular; no qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para santuário dedicado ao Senhor, no qual também vós juntamente estais sendo edificados para habitação de Deus no Espírito.

Sem Cristo, a pedra angular, sem o fundamento apostólico, ninguém poderá afirmar sou Crente ou sou da Igreja do Senhor Jesus; portanto precisamos aprender a viver como família de Deus, dependentes do próprio Deus e uns dos outros, no poder do Espírito Santo. Assim estaremos crescendo como santuário dedicado ao Senhor e o Espírito de Deus de fato habitará em nós.

O Tempo da Graça começa com o Senhor Jesus, se espalha pelo mundo através dos apóstolos e continua sendo proclamado pela Igreja Viva, no poder do Espírito Santo de Deus.

Atos 1.8: Recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra.

Há poder no santuário de Deus, ou seja, você como casa de Deus vive no poder do Espírito Santo?

Conclusão

Assim, já não sois estrangeiros e peregrinos, mas concidadãos dos santos, e sois da família de Deus - Efésios 2.19.

No Velho Testamento Deus tinha uma nação exclusiva, Israel, agora no Tempo da Graça, Deus tem muitos filhos e filhas formando uma grande família.

No Tempo da Graça tudo ficou mais fácil: Agora, porém, libertados do pecado, transformados em servos de Deus, tendes o vosso fruto para a santificação e, por fim, a vida eterna; porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor - Romanos 6.22-23.

Se você citar a nossa autoria (Paulino Cordeiro) e nosso site (http://www.familiaabencoada.org.br/) poderá pregar na sua Igreja ou publicar em outros Sites. Dê bom testemunho para poder abençoar, seja fiel.

Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Comunidade Evangélica Família Abençoada - Sermão compartilhado em 13.03.2016 - manhã.

 

 
Links relacionados
· Mais sobre Interesse de Comunhão
· Notícias por paulino


Mais lidos: Interesse de Comunhão:
A IMPORTÂNCIA DA CEIA DO SENHOR - Marcos 14.22-26 (Pr. Paulino Cordeiro)

 

 
Opções

 Imprimir  Imprimir

 Enviar para alguém  Enviar para alguém

 

 
Hoje!
Não há histórias publicadas hoje.
 

 
Clique!









 

 
Já leu?

Interesse de Filhos

·Tem Pão Velho?
·Deus quer tudo!!!
 

Certificado de registro da marca processo n.: 904102963
Todas as mensagens devem citar a fonte. Fale conosco antes de divulgar.
(41)3078-7940 / 8418-2586 cefa@familiaabencoada.org.br

Site baseado no software livre PHP-Nuke - Tempo para gerar esta página: 0.027 segundos