Comunidade Evangélica Família Abençoada - CEFA  Pastores Paulino e Roseli Cordeiro
 Seja bem-vindo!Interesses |10 Mais | Buscar em  
 
CEFA
Quem somos?
Origem
Destino
Valores
Contato e Localização
Programação
 

 
Pastorais
Mensagens
Conselhos do Pastor
Estudos
Cuidados espirituais
Testemunhos
Sermões
 

 
Atividades
Cultos
Curso Para Casais
Grupos Familiares
Discipulado
Outras
 

 
Interesses
Feminino
Masculino
Jovem
Casamento
Infantil
Comunhão
Filhos
Família
 

  
 
 

 
SOMOS FIÉIS A QUEM? – Lucas 16.1-13 (Pr. Paulino Cordeiro)
Sermão
Interesse de Comunhão

Fidelidade é uma qualidade de quem é honestamente fiel; é a observância da fé jurada e devida a alguém, com lealdade e constante afeição.

Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 - (tamanho de Mb5.4).

Fidelidade é um atributo inseparável do caráter de Deus Pai e de Jesus, Ele doa este atributo aos verdadeiros Crentes por meio do Seu Espírito - Gálatas 5.22-23.

Com esta parábola Jesus quer ensinar aos seus discípulos valores imutáveis de caráter para que experimentem a fidelidade de Deus.       

01.     Como agem os filhos do mundo?

Todas as parábolas são contadas a partir de fatos da vida real para abrir o entendimento dos ouvintes da Palavra de Deus. O administrador infiel é uma figura do falso crente, pois aparenta estar servindo ao seu senhor, entretanto serve apenas os seus interesses.   

V. 08 ...se houvera atiladamente (cuidadoso, esmerado, esperto) .... são mais hábeis...do que os filhos da Luz. 

Olhe a habilidade do filho das trevas, nos versos 2-7: Disse Jesus também aos discípulos: Havia um homem rico que tinha um administrador; e este lhe foi
denunciado como quem estava a defraudar os seus bens. Então, mandando-o chamar, lhe disse: Que é isto que ouço a teu respeito? Presta contas da tua administração, porque já não podes mais continuar nela. Disse o administrador consigo mesmo: Que farei, pois o meu senhor me tira a administração? Trabalhar na terra não posso; também de mendigar tenho vergonha. Eu sei o que farei, para que, quando for demitido da administração, me recebam em suas casas. Tendo chamado cada um dos devedores do seu senhor, disse ao primeiro: Quanto deves ao meu patrão? Respondeu ele: Cem cados de azeite. Então, disse: Toma a tua conta, assenta-te depressa e escreve cinqüenta. Depois, perguntou a outro: Tu, quanto deves? Respondeu ele: Cem coros de trigo. Disse-lhe: Toma a tua conta e escreve
oitenta. E elogiou o senhor o administrador infiel porque se houvera atiladamente, porque os filhos do mundo são mais hábeis na sua própria geração do que os filhos da luz. 

Jesus não aprova a fraude do mordomo infiel (v.10), no entanto elogia sua prudência e habilidade na solução do problema que estava envolvido (v. 08). Mostra que os filhos do mundo são astutos, ardilosos, mentirosos, traidores e infiéis, que só pensam na sua sobrevivência; este é o modo de agir para quem é do mundo, pois o mundo jaz no maligno (1joão 5.19). Jesus apenas exemplifica deixando bem claro aos seus discípulos que os filhos da Luz tem sido negligentes. Na verdade, Jesus está dizendo: Crentes não sejam tolos!      

02.     Como devem agir os filhos da luz 

Os filhos do mundo seguem as regras do mundo. Se o mundo jaz no maligno então eles são malignos nas suas obras, portanto, Crentes sejam sóbrios e vigilantes (1ª Pedro 5.8).  

O SENHOR Deus dá bens, habilidades, talentos, que devemos usá-los conforme a Bíblia manda e nunca conforme as regras do mundo. O Crente que tenta viver com um pé no mundo e outro no Reino de Deus, certamente um dia fracassará.  

V. 9: Eu vos recomendo: das riquezas de origem iníqua fazei amigos; para que, quando aquelas vos faltarem, esses amigos vos recebam nos tabernáculos eternos

Toda a riqueza terrena tem origem iníqua, sejam bens materiais ou intelectuais. Este estado de iniquidade muda a partir da nossa conduta conforme a Palavra de Deus. Por exemplo: o teu patrão poderá ser mundano, mas você santifica o teu salário sendo um Crente fiel. Note que o administrador infiel procurou amigos corrompidos como ele, mas, agora Jesus manda que seus discípulos façam amigos que os recebam nos tabernáculos celestiais. 

V. 10-13: Quem é fiel no pouco também é fiel no muito; e quem é injusto no pouco também é injusto no muito. Se, pois, não vos tornastes fiéis na aplicação das riquezas de origem injusta, quem vos confiará a verdadeira riqueza? Se não vos tornastes fiéis na aplicação do alheio, quem vos dará o que é vosso? Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se de um e amar ao outro ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas. 

Deus testa nossa aptidão para receber a verdadeira riqueza do Céu vendo como usamos os bens terrenos que nos dá. A atitude de uma pessoa quanto ao uso do dinheiro, do conhecimento, dos talentos, revela obediência ou rebelião contra Deus... Não podeis servir a Deus e às riquezas 

Jesus mostra que o nosso modo de agir com o que temos é um teste válido para medir como anda a fidelidade a Deus.  

03.     Deus não deixa-se enganar

Gálatas 6.7 - Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará.  

Lucas 16.14-15: Os fariseus justificavam que suas riquezas eram consequência das suas obras de justiça, por isso zombavam de Jesus: Os fariseus, que eram avarentos, ouviam tudo isto e O ridiculizavam. Mas Jesus lhes disse: Vós sois os que vos justificais a vós mesmos diante dos homens, mas Deus conhece o vosso coração; pois aquilo que é elevado entre homens é abominação diante de Deus 

Obras justificadas por homens são detestáveis a Deus, Ele vê o coração. Os fariseus buscavam sua justificação só na Lei, mas desde que João Batista anunciou arrependimento e fé para ingresso no Reino de Deus todo o homem tem que se esforçar para entrar nele. 

Conclusão

Irmãos, a fidelidade nasce no berço do amor e cresce no caminho da obediência. Sendo fiéis experimentaremos todas as bênçãos da fidelidade de Deus e Pai.  

Lamentação de Jeremias 3.22: As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; renovam-se cada manhã. Grande é a tua fidelidade

Vimos como agem os filhos do mundo.

Vimos como devem agir os filhos da Luz (João 8.12).

Vimos que Deus não deixa-se enganar.

Somos fieis a quem?

Se você citar a nossa autoria (Paulino Cordeiro) e nosso site (http://www.familiaabencoada.org.br) poderá pregar
na sua Igreja ou publicar em outros Sites. Dê bom testemunho para poder abençoar, seja fiel.
Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Comunidade
Evangélica Família Abençoada - Sermão compartilhado em 26.07.2015 - Manhã.

 

 
Links relacionados
· Mais sobre Interesse de Comunhão
· Notícias por paulino


Mais lidos: Interesse de Comunhão:
A IMPORTÂNCIA DA CEIA DO SENHOR - Marcos 14.22-26 (Pr. Paulino Cordeiro)

 

 
Opções

 Imprimir  Imprimir

 Enviar para alguém  Enviar para alguém

 

 
Hoje!
Não há histórias publicadas hoje.
 

 
Clique!









 

 
Já leu?

Interesse do Casal

·Curso Família Abençoada
·Lençol Sujo
·Inteligência Sobrenatural - Fé
 

Certificado de registro da marca processo n.: 904102963
Todas as mensagens devem citar a fonte. Fale conosco antes de divulgar.
(41)3078-7940 / 8418-2586 cefa@familiaabencoada.org.br

Site baseado no software livre PHP-Nuke - Tempo para gerar esta página: 0.025 segundos