Comunidade Evangélica Família Abençoada - CEFA  Pastores Paulino e Roseli Cordeiro
 Seja bem-vindo!Interesses |10 Mais | Buscar em  
 
CEFA
Quem somos?
Origem
Destino
Valores
Contato e Localização
Programação
 

 
Pastorais
Mensagens
Conselhos do Pastor
Estudos
Cuidados espirituais
Testemunhos
Sermões
 

 
Atividades
Cultos
Curso Para Casais
Grupos Familiares
Discipulado
Outras
 

 
Interesses
Feminino
Masculino
Jovem
Casamento
Infantil
Comunhão
Filhos
Família
 

  
 
 

 
JESUS ENSINA – Lucas 22.39-46 (Pr. Paulino Cordeiro)
Sermão
Interesse de Comunhão

Neste texto, aparentemente vemos apenas um acontecimento histórico, mas na verdade Jesus deixa um forte ensino sobre a importância da oração.

Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 - (tamanho de mb 4.5).

 

No dia-a-dia olhamos para os animais e vemos que eles têm um sistema de vida perfeita, sabem tudo o que devem fazer e tudo é feito com precisão. Isto porque Deus os criou perfeitos e irracionais, mas nós fomos criados perfeitos e inteligentes, com capacidade de escolha. Esta condição de ser inteligente tanto pode levar o homem por bons caminhos como por maus caminhos, depende da escolha. Por isto que Jesus viveu até o seus últimos momentos deixando ensinos vitais.

Jesus tinha o costume de orar sempre, ensinava e ordenava que os seus seguidores também orassem sempre para não caírem em tentação.

01. Que o Crente deve ter o costume de orar

Se adaptar a maus costumes é fácil porque não exige disciplina, mas ter bons costumes como o costume de orar exige escolher uma vida elevada, visando resultados elevados. Se você costuma orar, terá uma vida elevada aos benefícios da oração; o contrário também é verdadeiro, se você costuma colocar as coisas do mundo em primeiro lugar, também terá sua vida nivelada às misérias mundanas.

V. 39 - E, saindo, foi, como de costume, para o monte das Oliveiras; e os discípulos o acompanharam.

Jesus ensina que devemos ter o costume de orar. O apóstolo Paulo afirma que devemos orar sem cessar (1ª Ts 5.17).

Constantemente, como no tempo de Jesus, repetimos certas orações para demonstrar a nossa gratidão a Deus, mas, para recebermos poder necessitamos ter o costume de ficarmos a sós com Deus diariamente.

Quais são os costumes que você tem, são bons ou maus?

Você tem o costume de orar a sós com Deus?

02. Que o Crente deve depender integralmente de Deus

Para dependermos integralmente de Deus precisamos desenvolver fé porque sem fé é impossível agradarmos a Deus (Hb 11.6). O rei Davi aprendeu a confiar integralmente em Deus, pois, ele confessa: Salmo 37.5-6 - Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará. Fará sobressair a tua justiça como a luz e o teu direito, como o sol ao meio-dia.

V. 41-44 - Ele, por sua vez, se afastou, cerca de um tiro de pedra, e, de joelhos, orava, dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; contudo, não se faça a minha vontade, e sim a tua. Então, lhe apareceu um anjo do céu que o confortava. E, estando em agonia, orava mais intensamente. E aconteceu que o seu suor se tornou como gotas de sangue caindo sobre a terra.

Note que Jesus se afastou de tudo e de todos, renunciou toda a provisão do mundo, e de joelhos, humilhado, declarou que a sua vontade de nada valia e que desejava fazer somente a vontade de Deus Pai. Quanto mais sufocado pela angustia ficava, mais intensamente orava.

Você tem aprendido esta lição com Jesus?

03. Que a oração dá autoridade contra a tentação

Muitas pessoas querem ser autoridade, todavia será autoridade somente quem tiver autoridade, mas, o que fazer para ter autoridade?

Jesus ordenou aos discípulos orai!

V. 40, 45-46 - Chegando ao lugar escolhido, Jesus lhes disse: Orai, para que não entreis em tentação. Levantando-se da oração, foi ter com os discípulos, e os achou dormindo de tristeza, e disse-lhes: Por que estais dormindo? Levantai-vos e orai, para que não entreis em tentação.

Quer ter autoridade contra a tentação?

Chega de dormir, orai, levantai-vos do dono espiritual, da preguiça, dos medos, da falta de fé e orai.

Orai, para que não entreis em tentação.

Levantai-vos e orai, para que não entreis em tentação.

Conclusão

Jesus veio como salvador e mestre, portanto, como seus discípulos devemos imitá-LO em tudo o que nos ensina.

Jesus veio com um  testemunho maravilhoso, uma proposta maravilhosa, um ensino maravilhoso, mas as pessoas negaram-nO. As pessoas queriam coisas fáceis e multidões continuam com o mesmo pensamento: "seguir a Jesus é muito difícil"; "ele é muito exigente"; "Ele ensina coisas que não dá para obedecer", etc.

Orar não exige técnica ou lindas palavras para ser ouvido por Deus, exige obediência, dependência e santidade no poder do Espírito Santo (Rm 8.26).

Se você citar a nossa autoria (Paulino Cordeiro) e nosso site (http://www.familiaabencoada.org.br) poderá pregar na sua Igreja ou publicar em outros Sites. Dê bom testemunho para poder abençoar, seja fiel.

Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Comunidade Evangélica Família Abençoada - Sermão compartilhado em 19.04.2015 - Manhã.

 

 
Links relacionados
· Mais sobre Interesse de Comunhão
· Notícias por paulino


Mais lidos: Interesse de Comunhão:
A IMPORTÂNCIA DA CEIA DO SENHOR - Marcos 14.22-26 (Pr. Paulino Cordeiro)

 

 
Opções

 Imprimir  Imprimir

 Enviar para alguém  Enviar para alguém

 

 
Hoje!
Não há histórias publicadas hoje.
 

 
Clique!









 

 
Já leu?

Interesse do Casal

·Curso Família Abençoada
·Lençol Sujo
·Inteligência Sobrenatural - Fé
 

Certificado de registro da marca processo n.: 904102963
Todas as mensagens devem citar a fonte. Fale conosco antes de divulgar.
(41)3078-7940 / 8418-2586 cefa@familiaabencoada.org.br

Site baseado no software livre PHP-Nuke - Tempo para gerar esta página: 0.050 segundos