Comunidade Evangélica Família Abençoada - CEFA  Pastores Paulino e Roseli Cordeiro
 Seja bem-vindo!Interesses |10 Mais | Buscar em  
 
CEFA
Quem somos?
Origem
Destino
Valores
Contato e Localização
Programação
 

 
Pastorais
Mensagens
Conselhos do Pastor
Estudos
Cuidados espirituais
Testemunhos
Sermões
 

 
Atividades
Cultos
Curso Para Casais
Grupos Familiares
Discipulado
Outras
 

 
Interesses
Feminino
Masculino
Jovem
Casamento
Infantil
Comunhão
Filhos
Família
 

  
 
 

 
O CONSOLADOR – João 16.1-15 (Pr. Paulino Cordeiro)
Sermão
Interesse de Comunhão

Consolador é quem consola, dá conforto; refrigério; alívio; lenitivo.

Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 - (tamanho de 5.9mb).

A palavra grega usada para consolador é parácleto que significa "pessoa chamada para acompanhar, andar junto" o Espírito Santo como um consolador é nosso ajudante, conselheiro e defensor.

Os apóstolos tinham grandes dificuldades, mas, com Cristo sentiam grande conforto. Reconheciam a autoridade de Jesus, acalmando tempestade, expulsando demônios, alimentando as multidões, curando enfermos, Ele realizava coisas impossíveis aos homens.

Diante da Sua iminente ida para o Céu os apóstolos estavam se sentindo órfãos, Ele tinha sido o Mestre infalível, mas, agora se sentiam inseguros quando ao seu futuro.

É neste contexto que o Senhor Jesus passa a falar palavras de conforto e conforme João capítulos 14-16 promete enviar outro Consolador.

João 14.16: E eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco.

Em 1ª João 2.1, Cristo é o nosso parácleto.

Em João 14.16 Jesus prometeu que enviaria "outro" consolador. A palavra grega allos significa "outro do mesmo tipo", então o Espírito Santo é como Jesus, uma pessoa Divina que zela por nós na ausência física de Cristo, Ele nos ama assim como Jesus.

01. Por que precisamos do consolador?

Consolação é o estado de quem é confortado, passando a sentir bem-estar material ou moral, é uma experiência fortalecedora nos momentos de dificuldades.

Para que entendessem a necessidade de Outro Consolador, Jesus deixou muito claro aos apóstolos que as dificuldades seriam grandes em suas vidas:

 João 16.1-4 - Tenho-vos dito estas coisas para que não vos escandalizeis. Eles vos expulsarão das sinagogas; mas vem a hora em que todo o que vos matar julgará com isso tributar culto a Deus. Isto farão porque não conhecem o Pai, nem a mim. Ora, estas coisas vos tenho dito para que, quando a hora chegar, vos recordeis de que eu vo-las disse. Não vo-las disse desde o princípio, porque eu estava convosco.

Este mundo é um lugar de tribulações, perseguições e lágrimas para os filhos de Deus, MAS, em Jesus temos a vitória porque recebemos o Consolador.

João 16.33 - Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em MIM. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.

Os filhos e filhas de Deus, não devem esperar o fim das dificuldades, mas o conforto em suas lutas e aflições, através do Espírito Santo de Deus.

02. A missão do Consolador

Jesus veio para cumprir a sua missão de Salvador e consolador da Igreja, mas, Ele teve que voltar para junto do Pai e enviar o outro consolador para confortar e convencer os Crentes a respeito das coisas de Deus.

João 16.5-11: Mas, agora, vou para junto daquele que me enviou, e nenhum de vós me pergunta: Para onde vais? Pelo contrário, porque vos tenho dito estas coisas, a tristeza encheu o vosso coração. Mas eu vos digo a verdade: convém-vos que eu vá, porque, se eu não for, o Consolador não virá para vós outros; se, porém, eu for, eu vo-lo enviarei. Quando ELE vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo: do pecado, porque não creem em mim; da justiça, porque vou para o Pai, e não me vereis mais; do juízo, porque o príncipe deste mundo já está julgado.

A missão do Consolador: Quando ELE vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo.

O Crente que vive infeliz, acusado pelo diabo e insensível a voz de Deus, certamente não está vivendo os seus privilégios de Templo do Espírito Santo. Deus quer que Seus filhos tenham conforto e alegria na comunhão do Espírito Santo.

O Crente que vive no Poder do Espírito Santo de Deus está pronto para contratacar e derrotar o maligno porque ele sabe que recebeu Poder:

A Missão do Consolador em cada pessoa:

a) Convencer do pecado: É impossível um verdadeiro Crente viver pecando, pois, o Espírito Santo de Deus, o Consolador, convence-o de que o pecado afasta de Deus e aproxima de satanás.

O verdadeiro Crente sabe que o sangue Redentor de Jesus verteu na cruz para purificar os pecadores arrependidos. O Espírito Santo, o Consolador, convence os pecadores de que satanás não tem poder para escravizá-los. 

b) Convencer da Justiça: Jesus anunciou a Justiça de Deus Pai até a sua morte de cruz. Agora Ele anuncia outro Consolador para continuar a sua Obra e andar com a Igreja, convencendo cada pessoa da Justiça de Deus. Somente o Espírito Santo tem poder para convencer as pessoas de que o Justo morreu pelos injustos.

João 17.25: Pai justo, o mundo não te conheceu; eu, porém, te conheci, e também estes compreenderam que tu me enviaste.

As pessoas pela sua própria inteligência não conseguem entender a Justiça de Deus, somente pelo Espírito Santo que conseguimos receber a Deus como nosso Pai Justo.

c) Convencer do Juízo: É o ato de Deus baseado em sua JUSTIÇA, pelo qual ele condena ou absolve as pessoas.

Salmo 97.1-4: Reina o SENHOR. Regozije-se a terra, alegrem-se as muitas ilhas. Nuvens e escuridão o rodeiam, justiça e juízo são a base do seu trono. Adiante dele vai um fogo que lhe consome os inimigos em redor. Os seus relâmpagos alumiam o mundo; a terra os vê e estremece.

Romanos 14.17: Porque o Reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo.

O Consolador tem recebido liberdade para te convencer ou você tem andado no engano de que poderá convencer a Deus?

03. Quem recebe o consolador é instruído na Verdade

O Espírito Santo que habita no Crente é chamado de "O Espírito da verdade" e guia a toda a verdade:

João 15.26-27: Quando, porém, vier o Consolador, que eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da verdade, que dele procede, esse dará testemunho de mim; e vós também testemunhareis, porque estais comigo desde o princípio (Atos 1.8).

João 14.17: o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem o conhece; vós o conheceis, porque ele habita convosco e estará em vós.

João 16.12-15: Tenho ainda muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora; quando vier, porém, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará as coisas que hão de vir. Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu e vo-lo há de anunciar. Tudo quanto o Pai tem é meu; por isso é que vos disse que há de receber do que é meu e vo-lo há de anunciar. 

Jesus havia ensinado aos seus discípulos tudo o que tinha recebido do Pai, agora lhes prometeu "o Espírito da Verdade" para continuar guiando-os em toda a verdade - João 14.26.

O Espírito da Verdade habita em você e te guia toda a verdade?

Conclusão

É confortante termos o Divino Consolador como nosso intercessor que conhece a vontade de Deus.

Romanos 8.26-27: Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis. E aquele que sonda os corações sabe qual é a mente do Espírito, porque segundo a vontade de Deus é que ele intercede pelos santos.

Os discípulos sentiram-se extremamente impotentes sem a presença de Jesus, entretanto quando receberam o Consolador ficaram cheios do Poder de Deus.

 Filipenses 1.6: Estou plenamente certo de que aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até ao Dia de Cristo Jesus.

O Consolador tem frutificado na tua vida? (Gálatas 5.22-23).

Se você citar a nossa autoria (Paulino Cordeiro) e nosso site (http://www.familiaabencoada.org.br) poderá pregar na sua Igreja ou publicar em outros Sites. Dê bom testemunho para poder abençoar, seja fiel.

Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Comunidade Evangélica Família Abençoada.

Sermão compartilhado em 27.07.2014 - Noite.

 

 
Links relacionados
· Mais sobre Interesse de Comunhão
· Notícias por paulino


Mais lidos: Interesse de Comunhão:
A IMPORTÂNCIA DA CEIA DO SENHOR - Marcos 14.22-26 (Pr. Paulino Cordeiro)

 

 
Opções

 Imprimir  Imprimir

 Enviar para alguém  Enviar para alguém

 

 
Hoje!
Não há histórias publicadas hoje.
 

 
Clique!









 

 
Já leu?

Interesse Masculino

·Razões para não cairmos na ansiedade
 

Certificado de registro da marca processo n.: 904102963
Todas as mensagens devem citar a fonte. Fale conosco antes de divulgar.
(41)3078-7940 / 8418-2586 cefa@familiaabencoada.org.br

Site baseado no software livre PHP-Nuke - Tempo para gerar esta página: 0.023 segundos