Comunidade Evangélica Família Abençoada - CEFA  Pastores Paulino e Roseli Cordeiro
 Seja bem-vindo!Interesses |10 Mais | Buscar em  
 
CEFA
Quem somos?
Origem
Destino
Valores
Contato e Localização
Programação
 

 
Pastorais
Mensagens
Conselhos do Pastor
Estudos
Cuidados espirituais
Testemunhos
Sermões
 

 
Atividades
Cultos
Curso Para Casais
Grupos Familiares
Discipulado
Outras
 

 
Interesses
Feminino
Masculino
Jovem
Casamento
Infantil
Comunhão
Filhos
Família
 

  
 
 

 
IMPEDIMENTOS ESPIRITUAIS – Lucas 24.13-43 (Pr. Paulino Cordeiro)
Sermão
Interesse de Comunhão

Sempre que somos impedidos de fazer alguma coisa alguém é culpado, só que na maioria das vezes, especialmente nas questões do Reino, "este ALGUÉM" somos nós mesmos.

Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 - (tamanho de 6.8mb).

Ele não está aqui, mas ressuscitou. Lembrai-vos de como vos preveniu, estando ainda na Galiléia, quando disse: Importa que o Filho do Homem seja entregue nas mãos de pecadores, e seja crucificado, e ressuscite no terceiro dia - v.6-7.

Lembrai-vos (Sl 119.11), é um alerta do SENHOR para estarmos sempre atentos à Palavra de Deus e não perdermos bênçãos. Aqueles que não prestam atenção nas Palavras de Jesus andam desnorteados.

01. DESESPERO (sem esperança)

Aconteceu que, enquanto conversavam e discutiam, o próprio Jesus se aproximou e ia com eles. Os seus olhos, porém, estavam como que impedidos de o reconhecer. Então, lhes perguntou Jesus: Que é isso que vos preocupa e de que ides tratando à medida que caminhais? E eles pararam entristecidos - Lc 24.15-17.

Falavam ainda estas coisas quando Jesus apareceu no meio deles e lhes disse: Paz seja convosco! Eles, porém, surpresos e atemorizados, acreditavam estarem vendo um espírito - Lc 24.36-37.

O desespero em si já é um grande mal, mas trás outros malefícios de carona:

Preocupação - V. 17a: Que é isso que vos preocupa. Lucas 12.22... Eu vos advirto: não andeis ansiosos pela vossa vida (Salmo 37.8b).

Tristeza - V. 17b - E eles pararam entristecidos: A autocomiseração, impede o fruto do Espírito.

Medo - V.36-37 - surpresos e atemorizados, acreditavam estarem vendo um espírito: O medo impede ver a benção, pensavam ser uma assombração. No amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo. Ora, o medo produz tormento; logo, aquele que teme não é aperfeiçoado no amor - 1ª João 4.18.

02. NÃO CRER EM DEUS - Hb 11.6

De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.

Não crer nas Palavras de Jesus - 24.7 e 11.

Importa que o Filho do Homem seja entregue nas mãos de pecadores, e seja crucificado, e ressuscite no terceiro dia - Tais palavras lhes pareciam um como delírio, e não acreditaram nelas.

Não crer no testemunho dos irmãos - 24.22-24

É verdade também que algumas mulheres, das que conosco estavam, nos surpreenderam, tendo ido de madrugada ao túmulo; e, não achando o corpo de Jesus, voltaram dizendo terem tido uma visão de anjos, os quais afirmam que ele vive. De fato, alguns dos nossos foram ao sepulcro e verificaram a exatidão do que disseram as mulheres; mas não o viram.

Não crer em tudo o que os profetas disseram - 24.25-27

Então, lhes disse Jesus: Ó néscios e tardos de coração para crer tudo o que os profetas disseram! Porventura, não convinha que o Cristo padecesse e entrasse na sua glória? E, começando por Moisés, discorrendo por todos os Profetas, expunha-lhes o que a seu respeito constava em todas as Escrituras.

Certa vez, diante dos ensinamentos, os apóstolos suplicaram a Jesus: Aumenta-nos a fé - Lucas 17.5.

03. INTERPRETAÇÃO ERRADA DAS ESCRITURAS - 24.19-21

Jesus lhes perguntou: Quais? E explicaram: O que aconteceu a Jesus, o Nazareno, que era varão profeta, poderoso em obras e palavras, diante de Deus e de todo o povo, e como os principais sacerdotes e as nossas autoridades o entregaram para ser condenado à morte e o crucificaram.  Ora, nós esperávamos que fosse ele quem havia de redimir a Israel; mas, depois de tudo isto, é já este o terceiro dia desde que tais coisas sucederam.

Sua esperança messiânica havia sido sepultada, viam a Jesus apenas como um profeta. Os judeus aprenderam a interpretar erroneamente as Escrituras, eles esperavam um redentor político, um grande rei para sentar-se no trono de Israel e resolver seus interesses.

Como você tem interpretado as Escrituras?

Como tem visto Jesus?

 Ele veio só para resolver seus interesses terrenos ou como teu Salvador?

04. TESTEMUNHAR SEM CONVICÇÃO - V. 33-37

E, na mesma hora, levantando-se, voltaram para Jerusalém, onde acharam reunidos os onze e outros com eles, os quais diziam: O Senhor ressuscitou e já apareceu a Simão! Então, os dois contaram o que lhes acontecera no caminho e como fora por eles reconhecido no partir do pão. Falavam ainda estas coisas quando Jesus apareceu no meio deles e lhes disse: Paz seja convosco! Eles, porém, surpresos e atemorizados, acreditavam estarem vendo um espírito.

Jesus partiu o pão com eles que foram e contaram aos demais que também já sabiam, mas quando viram Jesus (v.37) pensaram que era um fantasma.

Será que faltou convicção porque faltava o poder para testemunhar? - Atos 1.8.

05. FALTA DE SENSIBILIDADE À PALAVRA DE DEUS - 24.31-43

A falta de sensibilidade nos leva a frustrações, pois, quando percebemos a benção já se foi (v.31... mas, Ele desapareceu...).

Lembraram que ardia o coração, mas perderam a oportunidade - v.32.

Saíram testemunhando, mas quando viram o milagre preferiram crer que fosse um fantasma... - v.33-37.

Não se amaldiçoe como muitos dizem: "É muito bom para ser verdade!"

Estavam naquele momento cercados de tantos impedimentos espirituais que se assustaram com a presença do Mestre Jesus, julgando-O ser um fantasma.

CONCLUSÃO

Apesar de toda a dureza de coração, com tantos impedimentos, notem AS OPORTUNIDADES QUE JESUS CRIOU para lhes despertar a esperança:

  • V.15 - Jesus se aproximou e ia com eles, mas eles não iam com Jesus.
  • V.17-... Que é isso que vos preocupa e de que ides tratando à medida que caminhais? Pararam entristecidos, Por quê? (v.21 nós esperávamos que fosse Ele quem haveria de redimir a Israel... distorção das verdades).
  • V.18 - estavam muito preocupados consigo mesmos a ponto de darem uma bronca no próprio Jesus: És o único, porventura, que, tendo estado em Jerusalém, ignoras as ocorrências destes últimos dias?
  • V.25-26 - Ó néscios e tardos de coração para crer. Quanta exortação a Bíblia nos trás e porque tanta cegueira?
  • V.30-31 - Parte o pão com os seus discípulos para abrir-lhes os olhos. A Ceia do Senhor é para abrir os olhos.
  • V.38 - Mas ele lhes disse: Por que estais perturbados? E por que sobem dúvidas ao vosso coração?
  • V.39-43 - Jesus apresenta provas para anular a incredulidade.

Quais têm sido os teus impedimentos espirituais?

O Cordeiro Santo e imaculado, o Filho de Deus, nos dá livre acesso ao Pai. O véu que nos separava, agora não separa mais. Jesus sofreu, morreu, ressuscitou e vive. Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo.

Aleluia!

Ele vive!

Onde está ó morte a tua vitória?

Jesus quer você, juntamente com Ele no Céu (Romanos 10.9-10).

Se você citar a nossa autoria (Paulino Cordeiro) e nosso site (http://www.familiaabencoada.org.br/) poderá pregar na sua Igreja ou publicar em outros Sites. Dê bom testemunho para poder abençoar, seja fiel.

Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Comunidade Evangélica Família Abençoada - Sermão compartilhado em 23.03.2008 e 25.08.2012 - noite.

 

 
Links relacionados
· Mais sobre Interesse de Comunhão
· Notícias por paulino


Mais lidos: Interesse de Comunhão:
A IMPORTÂNCIA DA CEIA DO SENHOR - Marcos 14.22-26 (Pr. Paulino Cordeiro)

 

 
Opções

 Imprimir  Imprimir

 Enviar para alguém  Enviar para alguém

 

 
Hoje!
Não há histórias publicadas hoje.
 

 
Clique!









 

 
Já leu?

Interesse Familiar

·Estudo 07 - Salvação - O que significa Salvação na Bíblia
·Estudo 06 - Salvação - O que significa Salvação na Bíblia
·Estudo 05 - Salvação - O que significa salvação na Bíblia
 

Certificado de registro da marca processo n.: 904102963
Todas as mensagens devem citar a fonte. Fale conosco antes de divulgar.
(41)3078-7940 / 8418-2586 cefa@familiaabencoada.org.br

Site baseado no software livre PHP-Nuke - Tempo para gerar esta página: 0.024 segundos