Comunidade Evangélica Família Abençoada - CEFA  Pastores Paulino e Roseli Cordeiro
 Seja bem-vindo!Interesses |10 Mais | Buscar em  
 
CEFA
Quem somos?
Origem
Destino
Valores
Contato e Localização
Programação
 

 
Pastorais
Mensagens
Conselhos do Pastor
Estudos
Cuidados espirituais
Testemunhos
Sermões
 

 
Atividades
Cultos
Curso Para Casais
Grupos Familiares
Discipulado
Outras
 

 
Interesses
Feminino
Masculino
Jovem
Casamento
Infantil
Comunhão
Filhos
Família
 

  
 
 

 
LEMAS - Lucas 3.1-14 (Pr. Paulino Cordeiro)
Sermão
Interesse de Comunhão

A Bíblia não é apenas um livro, é uma biblioteca que contém muitos lemas de comprovada sabedoria e veracidade.

(Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 -(tamanho de  6.0mb).

As Sagradas Escrituras contêm incontáveis Lemas (temas) fundamentados na sabedoria de Deus que nos ensinam, corrigem, comovem e desafiam a buscar novidade de vida.

Na verdade a fé Cristã, através dos tempos, tem enfrentado DILEMAS que perturbam e até desviam muitos da fé genuína. Nos primeiros séculos do Cristianismo veio a imposição do Romanismo (ICAR) com suas idolatrias; passados muitos séculos Deus teve misericórdia e permitiu a Reforma Protestante (com algumas carências), depois surgiu a igreja pentecostal (com extremismos) e outro movimento chamado neo-pentecostal, ainda pior; mais recente tem atuado o movimento da "teologia da prosperidade" (comercio) e está a surgir a chamada "igreja emergente" que é um perversíssimo sincretismo usando a Palavra de Deus.

Tudo isto é demais para a cabeça de muitas pessoas, entretanto tem sido um campo próspero para os mercenários que vivem a mercadejar, como se a Palavra e as pessoas fossem um produto. Precisamos voltar à essência da Bíblia.

Em apenas quatorze versículos quero compartilhar alguns lemas profetizados e que estão presentes em toda a Palavra de Deus, a Bíblia.

01. Contexto Histórico - V. 1-2

No décimo quinto ano do reinado de Tibério César, sendo Pôncio Pilatos governador da Judéia, Herodes, tetrarca da Galiléia, seu irmão Filipe, tetrarca da região da Ituréia e Traconites, e Lisânias, tetrarca de Abilene, sendo sumos sacerdotes Anás e Caifás, veio a palavra de Deus a João, filho de Zacarias, no deserto.

A Bíblia não se baseia em fábulas, mas, em fatos e quase tudo pode ser comprovado através de registros históricos, extra Bíblia, especialmente nos livros de história do povo de Israel. Vemos através de João Batista, em meio aos acontecimentos comuns, acontecendo o Plano de Deus para quem se arrepende de seus pecados. Tudo é real e fornece o tempo do acontecimento, indicando dados geográficos bem como líderes políticos e religiosos (2ª Pedro 1.16-21 a 17.3).

02. Revelação do Plano de Deus - v. 3-6

Ele (João Batista) percorreu toda a circunvizinhança do Jordão, pregando batismo de arrependimento para remissão de pecados, conforme está escrito no livro das palavras do profeta Isaías: Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas. Todo vale será aterrado, e nivelados todos os montes e outeiros; os caminhos tortuosos serão retificados, e os escabrosos, aplanados; e toda carne verá a salvação de Deus (Isaías 40.3-5).

Quando um rei estava atravessando um deserto o seu arauto ia à frente para remover as barreiras e anunciar os obstáculos, assim, a distância ele clamava no deserto e todos sabiam que o rei estava próximo. Muitas barreiras necessitavam serem removidas e até caminhos precisavam ser abertos para que o rei entrasse na cidade.

Podemos entender que tudo isso é uma visão figurada da situação espiritual das multidões. João Batista cita o profeta Isaías para que o entendimento das multidões se abra para a grande Salvação de Deus, através do Rei Jesus.

Então, João é o arauto do Rei Jesus e ele está a anunciar a Revelação do Plano de Deus para que as fortalezas e os sofismas, alojados na alma, sejam derrubados e, assim, entre o Grande Rei na vida de cada pessoa.

A revelação da grande Salvação de Deus é a mensagem central da Bíblia que nos desafia a uma nova experiência de vida.

     Se a tua vida tem sido um deserto ouça a Palavra de Deus anunciada pelos seus arautos, os pregadores, e prepare o caminho, abandone o pecado, receba Jesus e o Espírito de Deus habitará em ti.

03. Julgamento e Juízo de Deus - v. 7-9

Dizia João Batista, pois, às multidões que saíam para serem batizadas: Raça de víboras, quem vos induziu a fugir da ira vindoura? Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento e não comeceis a dizer entre vós mesmos: Temos por pai a Abraão; porque eu vos afirmo que destas pedras Deus pode suscitar filhos a Abraão. E também já está posto o machado à raiz das árvores; toda árvore, pois, que não produz bom fruto é cortada e lançada ao fogo.

Aquele povo se achava muito bom e especial por ser da descendência de Abraão, mas, na verdade os seus discursos eram veneno mortífero como se fossem víboras; estavam produzindo aquilo que não agradava a Deus e sem arrependimento. Eram como víboras, como árvores que produziam frutos venenosos, por isto é que o Profeta João Batista afirma: Produzi frutos dignos de arrependimento!

Aquele povo escolhido estava sendo pedra de tropeço e outra vez o Profeta João Batista afirma: eu vos afirmo que destas pedras Deus pode suscitar filhos a Abraão!

Está anunciado o Julgamento e o Juízo de Deus, quem vive em rebeldia a Palavra de Deus é como um arvore imprestável: já está posto o machado à raiz das árvores; toda árvore, pois, que não produz bom fruto é cortada e lançada ao fogo.

Irmãos e irmãs fiquem espertos, Deus é fiel, mas, é Justo!

Quem se rebela à Palavra caí no Juízo de Deus!

04. Arrependimento dos pecados - v. 10-14

Ao conhecer o Juízo de Deus as pessoas arrependidas querem saber como agir corretamente e como produzir fruto digno: Então, as multidões o interrogavam, dizendo: Que havemos, pois, de fazer? Respondeu-lhes: Quem tiver duas túnicas, reparta com quem não tem; e quem tiver comida, faça o mesmo. Foram também publicanos para serem batizados e perguntaram-lhe: Mestre, que havemos de fazer? Respondeu-lhes: Não cobreis mais do que o estipulado. Também soldados lhe perguntaram: E nós, que faremos? E ele lhes disse: A ninguém maltrateis, não deis denúncia falsa e contentai-vos com o vosso soldo.

O Lema de Deus é que as pessoas arrependidas não voltem a fazer o que faziam antes da Salvação, mas andem em novidade de vida na presença de Deus.

Arrependimento é mudança de direção, é voltar-se para Deus, é mudança dos pensamentos e da vida: E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas - 2ª Coríntios 5.17.

Conclusão

Os profetas de Deus morrem, mas a Palavra de Deus é eterna e não muda (Mateus 24.35); os lemas de Deus são para nossa conversão e direção, cabe a nós recebê-los e praticá-los. Devemos sempre fugir dos dilemas e permanecer nos verdadeiros temas da Palavra de Deus.

Cuidado com os falsos profetas e falsos mestres: Assim como, no meio do povo, surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão, dissimuladamente, heresias destruidoras, até ao ponto de renegarem o Soberano Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição. E muitos seguirão as suas práticas libertinas, e, por causa deles, será infamado (desonrado, desacreditado) o caminho da verdade; também, movidos por avareza, farão comércio de vós, com palavras fictícias; para eles o juízo lavrado há longo tempo não tarda, e a sua destruição não dorme - 2ª Pedro 2.1-3.

Se você citar a nossa autoria (Paulino Cordeiro) e nosso site (http://www.familiaabencoada.org.br/) poderá pregar na sua Igreja ou publicar em outros Sites. Dê bom testemunho para poder abençoar, seja fiel.  

Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Comunidade Evangélica Família Abençoada - 26.12.2010 - noite.

 

 
Links relacionados
· Mais sobre Interesse de Comunhão
· Notícias por paulino


Mais lidos: Interesse de Comunhão:
A IMPORTÂNCIA DA CEIA DO SENHOR - Marcos 14.22-26 (Pr. Paulino Cordeiro)

 

 
Opções

 Imprimir  Imprimir

 Enviar para alguém  Enviar para alguém

 

 
Hoje!
Não há histórias publicadas hoje.
 

 
Clique!









 

 
Já leu?

Interesse Familiar

·Estudo 07 - Salvação - O que significa Salvação na Bíblia
·Estudo 06 - Salvação - O que significa Salvação na Bíblia
·Estudo 05 - Salvação - O que significa salvação na Bíblia
 

Certificado de registro da marca processo n.: 904102963
Todas as mensagens devem citar a fonte. Fale conosco antes de divulgar.
(41)3078-7940 / 8418-2586 cefa@familiaabencoada.org.br

Site baseado no software livre PHP-Nuke - Tempo para gerar esta página: 0.031 segundos