Comunidade Evangélica Família Abençoada - CEFA  Pastores Paulino e Roseli Cordeiro
 Seja bem-vindo!Interesses |10 Mais | Buscar em  
 
CEFA
Quem somos?
Origem
Destino
Valores
Contato e Localização
Programação
 

 
Pastorais
Mensagens
Conselhos do Pastor
Estudos
Cuidados espirituais
Testemunhos
Sermões
 

 
Atividades
Cultos
Curso Para Casais
Grupos Familiares
Discipulado
Outras
 

 
Interesses
Feminino
Masculino
Jovem
Casamento
Infantil
Comunhão
Filhos
Família
 

  
 
 

 
TESOUROS - Lc 12.13-34 (Pr. Paulino Cordeiro)
Sermão
Interesse de Comunhão

Existe um conflito interno, em cada ser humano, entre a busca por tesouros materiais ou tesouros espirituais, pois, ambos fazem parte da vida.   

Se nos desviarmos do equilíbrio, segundo a Bíblia, e pendermos para a caça de riquezas terrenas, que são temporárias, as riquezas espirituais não farão parte de nosso plano de vida        

Só temos uma saída, que é buscar a sabedoria, como fez o Rei Salomão (2º Crônicas 1.10-12) que foi aprovado por Deus: ... sabedoria e conhecimento são dados a ti, e te darei riquezas, bens e honras, quais não teve nenhum rei antes de ti, e depois de ti não haverá teu igual.  

Quando nos agradamos, em primeiro lugar, na busca dos tesouros de Deus as demais riquezas serão acrescentadas.

01. Tesouros terrenos e seus perigos

Quem concentra seus esforços na busca de tesouros terrenos, vê até o SENHOR Jesus como uma fonte de lucro, assim como agiu o homem avarento: Mestre ordena a meu irmão que reparta comigo a herança (v.13).

a) O perigo da avareza - v.13-21

Jesus sempre esteve cercado de grandes multidões, com interesses exclusivamente terrenos, apenas uns poucos obedeciam às suas pregações e tornavam-se discípulos.

O avarento, que era da multidão, não olhou para Jesus como o Salvador, mas como alguém que poderia intimidar o seu irmão e proporcionar um grande lucro, a herança. A vida de um homem não consiste na abundância de bens, o que entesoura para si mesmo é pobre para com Deus.

A pessoa avarento vive agindo por sua conta, seus planos e propósitos visam acumular riquezas, e está sempre firmado somente nos valores terrenos. Pobre ser humano que assim age, pois, não sabe o que lhe está reservado para o minuto seguinte.

Na busca da prosperidade, você tem se firmado nos princípios de autoridade estabelecidos por Deus?

b) O perigo da ansiedade - v.22-26

Notem bem a diferença entre a multidão e os discípulos: A seguir, dirigiu-se Jesus a seus discípulos, dizendo: Por isso, Eu vos advirto: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer, nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir...

Se Deus alimenta toda a natureza, porque ficarmos ansiosos quanto ao que havemos de comer ou vestir? Se Deus dá o corpo e a vida, porque Ele não daria o alimento e a veste aos seus filhos e filhas?

A ansiedade é inútil e inimiga da prosperidade, mesmo que você não acredite, toda a provisão procede de Deus. A ansiedade é uma grave doença espiritual que impede a ação de Deus e anula a fé. 

A ansiedade conduz a pobreza e desgraça: Deixa a ira, abandona o furor; não te impacientes; certamente, isso acabará mal. Porque os malfeitores serão exterminados, mas os que esperam no SENHOR possuirão a terra - Salmo 37.8-9.

Muitas pessoas, impulsionadas por demonios de ansiedade, abandonam até seus pais e as pessoas que lhes são mais preciosas; ficam com seus corações  endurecidos pela avarenta corrida para a prosperidade e não percebem que estão correndo para a mais terrível miséria, a miséria espiritual e afetiva.

02. Tesouros espirituais e sua excelência - v. 27-34

Se a avareza e a ansiedade nada resolvem, então só temos uma saída: Observai os lírios; eles não fiam, nem tecem. Eu, contudo, vos afirmo que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Ora, se Deus veste assim a erva que hoje está no campo e amanhã é lançada no forno, quanto mais tratando-se de vós, homens de pequena fé! Não andeis, pois, a indagar o que haveis de comer ou beber e não vos entregueis a inquietações. Porque os gentios de todo o mundo é que procuram estas coisas; mas vosso Pai sabe que necessitais delas. Buscai, antes de tudo, o Seu Reino, e estas coisas vos serão acrescentadas. Não temais, ó pequenino rebanho; porque vosso Pai se agradou em dar-vos o Seu Reino - v.27-32.

A ansiedade e a avareza impedem o ser humano de OBSERVAR as Leis Divinas. Deus é provedor e sustentador de toda a criação; na beleza de Sua santidade e amor conhece cada uma das nossas necessidades. Basta observarmos que veremos a Glória de Deus em toda a sua criação e, assim, estaremos aprendendo a receber o Seu sustento.

O avarento briga por heranças terrenas (v.13), porém, o discípulo sabe que o Pai se agradou em dar por herança o Seu Reino (v.32).

Conforme versículos 33-34, onde está o teu tesouro, na terra ou no Céu?

O mapa do Tesouro chama-se Bíblia, leia e experimente a Glória de possuir o maior de todos os tesouros. Observe, atentamente, o Mapa do Tesouro!

Conclusão

Como tem sido o teu dia-a-dia, uma doentia caçada ao tesouro das riquezas terrenas ou uma sabia busca usando o mapa do tesouro, a Bíblia?

O avarento, que ainda está na multidão, por amor ao dinheiro comete fraudes das mais diversas, inclusive no tocante a dízimos e ofertas, entretanto, o discípulo de Jesus obedece a tudo o que Ele manda para herdar o Reino de Deus.

O galardão, ou seja, a recompensa da humildade e o temor do SENHOR são riquezas, e honra, e vida - Provérbio 22.4.

Paulino Cordeiro - Pr. da CEFA - Família Abençoada - 29.03.2009 - noite

 

 
Links relacionados
· Mais sobre Interesse de Comunhão
· Notícias por paulino


Mais lidos: Interesse de Comunhão:
A IMPORTÂNCIA DA CEIA DO SENHOR - Marcos 14.22-26 (Pr. Paulino Cordeiro)

 

 
Opções

 Imprimir  Imprimir

 Enviar para alguém  Enviar para alguém

 

 
Hoje!
Não há histórias publicadas hoje.
 

 
Clique!









 

 
Já leu?

Interesse do Casal

·Curso Família Abençoada
·Lençol Sujo
·Inteligência Sobrenatural - Fé
 

Certificado de registro da marca processo n.: 904102963
Todas as mensagens devem citar a fonte. Fale conosco antes de divulgar.
(41)3078-7940 / 8418-2586 cefa@familiaabencoada.org.br

Site baseado no software livre PHP-Nuke - Tempo para gerar esta página: 0.028 segundos