Comunidade Evangélica Família Abençoada - CEFA  Pastores Paulino e Roseli Cordeiro
 Seja bem-vindo!Interesses |10 Mais | Buscar em  
 
CEFA
Quem somos?
Origem
Destino
Valores
Contato e Localização
Programação
 

 
Pastorais
Mensagens
Conselhos do Pastor
Estudos
Cuidados espirituais
Testemunhos
Sermões
 

 
Atividades
Cultos
Curso Para Casais
Grupos Familiares
Discipulado
Outras
 

 
Interesses
Feminino
Masculino
Jovem
Casamento
Infantil
Comunhão
Filhos
Família
 

  
 
 

 
ROMPENDO BARREIRAS - Lucas 5.1-11 (Pr. Paulino Cordeiro)
Sermão
Interesse de Comunhão

Vemos que  Jesus aproveitava, com poder e autoridade, o que acontecia na sua presença, aproveitava as oportunidades para romper barreiras.

(Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 -  tamanho de 3.87Mb).

Não devemos gastar tempo com coisas que parecem boas, o que parece bom aos nossos olhos pode ser uma barreira entre nós e Jesus.

A tarefa prioritária da Igreja viva é ganhar vidas para Jesus. A recompensa de Jesus, pelo seu sacrifício na cruz, são as vidas que o Senhor acrescenta, através da Igreja, ao seu Reino (Is 53.12). Jesus rompeu com a barreira dos sacrifícios de animais, tornando-se o único, perfeito e eterno sacrifício pelos nossos pecados, dando livre acesso ao Pai.

Jesus estava à beira do lago e sentiu-se apertado e cheio compaixão pela multidão sedenta de Deus... de Cura... de Libertação... de Respostas... Enfim, uma multidão de oprimidos pelo diabo, também viu pescadores muito ocupados com a sua profissão. Quantas barreiras!!!

01. Rompendo a barreira da ocupação - v.1-3

Viu dois barcos junto à praia do lago; mas os pescadores, havendo desembarcado, lavavam as redes. Entrando em um dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da praia; e, assentando-se, ensinava do barco as multidões.

Lavavam as redes... Jesus usa somente as pessoas ocupadas (que têm compromissos - ver Lucas 5.27; Atos 22.6-15) e suas propriedades para levar o Pão da Vida aos famintos (João 6-35).

Pediu-lhe que O afastasse um pouco da praia... Jesus quer uma experiência pessoal para usar o individuo e seus bens na pregação da Palavra. Ele nos usa quando colocamos tudo à sua disposição; nossa vida e bens. Ele deseja que cada um seja um barquinho, navegando acima das ondas do mundo, exclusivamente a seu serviço.

Será que temos permitido que Jesus nos tire das ocupações diárias e nos use?

Quantas ocupações?

Será que não convém nos afastarmos um pouco das ocupações para participarmos da Obra Redentora com Jesus?

Pedro, por um instante, abandonou as ocupações profissionais e teve um momento especial com Jesus.

02. Rompendo a barreira do conhecimento humano - v.4-7

Quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao largo, e lançai as vossas redes para pescar. Respondeu-lhe Simão: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos, mas sob a tua palavra lançarei as redes. Isto fazendo, apanharam grande quantidade de peixes; e rompiam-se-lhes as redes. Então, fizeram sinais aos companheiros do outro barco, para que fossem ajudá-los. E foram e encheram ambos os barcos, a ponto de quase irem a pique.

Faze-te ao largo... Pedro nem sabia direito o que estava acontecendo, mas, já estava a serviço de Jesus e, por isto mesmo, é convidado a experimentar o sobrenatural para romper com o exagerado apego ao conhecimento humano sobre pescaria.

Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos, mas sob a Tua Palavra lançarei as redes. Não fique parado, ouse crer e obedecer que Jesus não permitirá que os Seus Filhos e Filhas passem necessidades.

Sob a Tua Palavra... Pedro rompeu a barreira do conhecimento humano e confiou em Jesus, pois, no entendimento de um pescador profissional parecia piada lançar a rede em plena manhã, pois a pesca só acontecia à noite.

A barreira do conhecimento humano impede a Verdadeira Obra. Se Jesus ordena IDE (Mateus 28.18-29), mesmo parecendo impossível, porque ficar coxeando entre o natural e o sobrenatural de Deus? 

Não vou evangelizar ou testemunhar por isso, por aquilo, etc.

Isto fazendo, obedecendo, agindo sob a Palavra de Jesus, maravilhas acontecem. Ele quer nos dar estas experiências sobrenaturais, quer que estejamos aprendendo a depender do conhecimento de Deus e não do nosso conhecimento.

03. Rompendo a barreira da impotência espiritual - v.8-11

Vendo isto, Simão Pedro prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Senhor, retira-te de mim, porque sou pecador. Pois, à vista da pesca que fizeram, a admiração se apoderou dele e de todos os seus companheiros, bem como de Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram seus sócios. Disse Jesus a Simão: Não temas; doravante serás pescador de homens. E, arrastando eles os barcos sobre a praia, deixando tudo, o seguiram.

Senhor, retira-te de mim, porque sou pecador. Este é o pensamento de muitas pessoas que se acham tão pecadoras a ponto que Jesus não as aceita mais. Jesus veio para romper a barreira da impotência espiritual, perdoando a todos os pecadores arrependidos e enchê-los de poder (Atos 1.8).

Não temas; doravante serás pescador de homens: Jesus encontrou Pedro, um homem autoconfiante no seu conhecimento profissional, que após um encontro com o sobrenatural de Deus ficou apavorado, porém, no Seu grande amor pelos perdidos, transformou-o num ganhador de vidas; e ele e seus amigos, deixando tudo, o seguiram.

Conclusão

As coisas não acontecem por acaso, tudo tem um propósito, são oportunidades especiais, preparados por Deus para anunciarmos Grande Salvação.

Ali, no Lago de Genesaré, estava Jesus, aquele que veio para romper todas as barreiras inibidoras da Salvação, diante de pessoas apavoradas tanto com as coisas naturais como com as coisas sobrenaturais. Então, o que fazer? Romper com as barreiras impeditivas da Salvação por meio de Jesus.

Paulino Cordeiro - Pr. da CEFA - Família Abençoada - 08.03.2009 - noite

 

 
Links relacionados
· Mais sobre Interesse de Comunhão
· Notícias por paulino


Mais lidos: Interesse de Comunhão:
A IMPORTÂNCIA DA CEIA DO SENHOR - Marcos 14.22-26 (Pr. Paulino Cordeiro)

 

 
Opções

 Imprimir  Imprimir

 Enviar para alguém  Enviar para alguém

 

 
Hoje!
Não há histórias publicadas hoje.
 

 
Clique!









 

 
Já leu?

Interesse Familiar

·Estudo 07 - Salvação - O que significa Salvação na Bíblia
·Estudo 06 - Salvação - O que significa Salvação na Bíblia
·Estudo 05 - Salvação - O que significa salvação na Bíblia
 

Certificado de registro da marca processo n.: 904102963
Todas as mensagens devem citar a fonte. Fale conosco antes de divulgar.
(41)3078-7940 / 8418-2586 cefa@familiaabencoada.org.br

Site baseado no software livre PHP-Nuke - Tempo para gerar esta página: 0.048 segundos