Comunidade Evangélica Família Abençoada - CEFA  Pastores Paulino e Roseli Cordeiro
 Seja bem-vindo!Interesses |10 Mais | Buscar em  
 
CEFA
Quem somos?
Origem
Destino
Valores
Contato e Localização
Programação
 

 
Pastorais
Mensagens
Conselhos do Pastor
Estudos
Cuidados espirituais
Testemunhos
Sermões
 

 
Atividades
Cultos
Curso Para Casais
Grupos Familiares
Discipulado
Outras
 

 
Interesses
Feminino
Masculino
Jovem
Casamento
Infantil
Comunhão
Filhos
Família
 

  
 
 

 
ESTERILIDADE ESPIRITUAL - Lucas 13.1-9 (Pr. Paulino Cordeiro)
Sermão
Interesse de Comunhão

Usando a figura da Figueira Estéril, Jesus enfatiza tanto a necessidade de arrependimento quanto a longanimidade de Deus para castigar.

(Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 -  tamanho de 2.28Mb).

Deus não tolera o pecado, nem a rebeldia, mas, se necessário, conserva o pecador sob castigo, por longo tempo, até que se arrependa; caso não mude de vida, sofrerá a condenação eterna.    

Ou cuidais que aqueles dezoito sobre os quais desabou a torre de Siloé e os matou eram mais culpados que todos os outros habitantes de Jerusalém? - v.4.

Os crentes estéreis ficam julgando a vida dos "outros", mas, Jesus afirma: se não vos arrependerdes, todos igualmente perecereis - v.7.

01. Fomos criados férteis para produzir frutos agradáveis - v.7

Deus procura por frutos em nossas vidas: Pelo que disse ao viticultor: Há três anos venho procurar fruto nesta figueira e não acho; podes cortá-la; para que está ela ainda ocupando inutilmente a terra? - v.7.

Com a expressão "Há três anos venho procurar fruto" Deus está dizendo que dá todo o tempo necessário ao pecador para obedecer aos mandamentos e se arrepender, isto é, frutificar.

Fomos criados para frutificar, quem não produz frutos é cortado da comunhão com Deus, perde bênçãos, é lançado fora do Corpo de Cristo, seca e arde no fogo da ausência de Deus (João 15.5-6).

Ele, porém, lhes disse: Pensais que esses galileus eram mais pecadores do que todos os outros galileus, por terem padecido estas coisas? Não eram, Eu vo-lo afirmo; se, porém, não vos arrependerdes, todos igualmente perecereis - v.2-3.

02. Apesar da esterilidade Jesus intercede por nós - v.8

Devemos valorizar o trabalho e a longanimidade do LAVRADOR que, apesar do pecado, quer nos ajudar (1ª João 2.1).

Deixa-a ainda este ano, é a intercessão de Jesus, junto ao Pai, quando o Crente está incapacitado de frutificar por causa do pecado.

A expressão este ano é uma figura do tempo da Graça, equiparado ao Jubileu (Is 61.2), ou seja, tempo de libertação e restituição através Senhor Jesus.

A figueira deveria ser cortada pela sua esterilidade, mas o LAVRADOR intercedeu por ela e ainda assim realizou um penoso trabalho para que ela pudesse dar frutos (Isaías 53). Jesus tem executado esta tarefa ao nosso favor e precisamos valorizá-LO.

Ou desprezas a riqueza da Sua bondade, e tolerância, e     longanimidade, ignorando que a bondade de Deus é que te conduz ao arrependimento? - Romanos 2.4.

03. Devemos agradecer ao Senhor pela sua misericórdia - v.9a

Jesus faz com que o tempo seja prolongado: Senhor, deixa-a ainda este ano, até que eu escave ao redor dela e lhe ponha estrume. Se vier a dar fruto, bem está - v.8-9a.

A parábola revela que o lavrador esperaria mais um ano! E nós, quanto tempo demoraremos para frutificar?

Conforme 2ª Pedro 3.7-10, Quanto tempo o Senhor esperará pelos nossos frutos?

Se vier a dar fruto significa que Jesus não quer condenar ninguém, espera arrependimento que produz o Fruto do Espírito Gl 5.22-23.

Se vier a dar fruto bem está, significa que temos o tempo presente para estarmos de bem com Deus (arrependimento) porque poderemos morrer ou Jesus voltar, o estado em que nos encontrar será para a vida eterna.

Eis a sentença da morte eterna e da condenação eterna no lago de fogo: Se não vier a dar fruto, mandarás cortá-la.

Conclusão

Cada pessoa é chamada para dar frutos ou morrerá - v.9b. Somos propriedade do Senhor (v.6) e isto implica que não podemos conduzir às nossas vidas conforme desejamos, mas, devemos somente obedecer à vontade de Deus.

Jesus chama ao arrependimento que é o primeiro passo para a salvação, pois, diante de um coração arrependido o Pai ordena a sua benção.

Quanto tempo Deus ainda nos dará?

Vós não sabeis o que sucederá amanhã. Que é a vossa vida? Sois, apenas, como neblina que aparece por instante e logo se dissipa - Tiago 4.14.

Agora, se você está entendendo a vontade de Deus, não endureça o coração.

Paulino Cordeiro - Pr. da CEFA - Família Abençoada - 24.01.2009 - noite

 

 
Links relacionados
· Mais sobre Interesse de Comunhão
· Notícias por paulino


Mais lidos: Interesse de Comunhão:
A IMPORTÂNCIA DA CEIA DO SENHOR - Marcos 14.22-26 (Pr. Paulino Cordeiro)

 

 
Opções

 Imprimir  Imprimir

 Enviar para alguém  Enviar para alguém

 

 
Hoje!
Não há histórias publicadas hoje.
 

 
Clique!









 

 
Já leu?

Interesse de Comunhão

·CONFIANÇA - Salmo 20.6-8 (Pr. Paulino Cordeiro)
·O TAMANHO DO AMOR DE DEUS - Rm – 8.24-39 (Pr. Paulino Cordeiro)
·GRANDE TROCA - Hebreus 12.1-13 (Pr. Paulino Cordeiro)
 

Certificado de registro da marca processo n.: 904102963
Todas as mensagens devem citar a fonte. Fale conosco antes de divulgar.
(41)3078-7940 / 8418-2586 cefa@familiaabencoada.org.br

Site baseado no software livre PHP-Nuke - Tempo para gerar esta página: 0.024 segundos