O Preço do Discupulado - Lucas 9.23-26

Pr. Paulino Cordeiro | 11-12-2006

Na sociedade de consumo em que vivemos, as pessoas estão sempre preocupadas com o PREÇO das coisas e o custo de vida. Em geral, o índice do custo de vida não agrada à maioria das pessoas. Há, todavia, um "PREÇO" que conforta, traz alegria, paz, segurança e vida eterna.

01. Qual é o preço do Discipulado?

Vencer o "EU", conforme Lucas 9.23 que é "renunciar a SI MESMO", renunciar às obras da carne descritas em Gálatas 5.17-21.

Agora vejamos Romanos 8.4-8: a fim de que o preceito da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito. Porque os que se inclinam para a carne cogitam das coisas da carne; mas os que se inclinam para o Espírito, das coisas do Espírito. Porque o pendor da carne dá para a morte, mas o do Espírito, para a vida e paz. Por isso, o pendor da carne é inimizade contra Deus, pois não está sujeito à lei de Deus, nem mesmo pode estar. Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus.

Tomar cada dia a sua cruz é permanecer firme contra o diabo (Efésio 6.11) e vencer o mundo (1ªJo 5.4) tendo a mente renovada em Jesus (Rm 12.2), o Cristo.

O preço do discipulado é oferecer a vida a Jesus (Lc 9.24 e Rm 12.1) e pôr em prática as Suas Palavras (Lc 9.26).

02. Quem deve pagar esse preço?

Todos, porque Jesus Dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, dia a dia tome a sua cruz e siga-me.
Todos, porque todos pecaram, Rm 3.23 e 6.23.

Todos, porque a justiça de Deus é para todos, Rm 3:22.

Todos, porque o evangelho foi destinado a todos, Marco 16.15.

03. Por que o discípulo deve pagar esse preço?

Porque a vida vale mais que o mundo inteiro, Lc 9.25.

Porque Deus pagou por nós, Jo 3.16 e Isaías 53.12.

Porque recebemos a sua marca,o amor, Jo 13.35.

Porque quem não for discípulo vai para o inferno, Ap 20.15; Ap 21.27; Ap 22.7.

Conclusão:

A salvação é um preciosíssimo presente dado por Jesus. Devemos empregar todo o nosso esforço (Mt 11.12 e At 24.16) para conservá-la, no poder do Espírito Santo. Devemos, por gratidão, obedecer ao IDE de Jesus. Devemos ser discípulos e fazer discipulos.

Pr. Paulino Cordeiro