TEMOR DO SENHOR – Salmo 111.10

| 08-03-2017

Este salmo é um hino de louvor, exaltando a grandeza e as maravilhosas obras de Deus, visando abrir o entendimento para o verdadeiro sentido de Temor do Senhor.

Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 - (tamanho de Mb 14.4). 

Vemos que o salmista quer demonstrar a diferença entre o temor tolo que produz medo, e o Temor Sábio que é fruto do verdadeiro culto inteligente a Deus. Por esta razão, nos versículos 1-9, ele procura louvar, exaltar e glorificar ao Deus único, o Redentor que faz aliança com seu povo.

Tremendo é o seu nome!

Agora, pois, ó Israel, que é que o SENHOR requer de ti? Não é que temas o SENHOR, teu Deus, e andes em todos os seus caminhos, e o ames, e sirvas ao SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração e de toda a tua alma, para guardares os mandamentos do SENHOR e os seus estatutos que hoje te ordeno, para o teu bem? - Deuteronômio 10.12-13. 

01. Como princípio da sabedoria

O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, mas, também é a consumação da vida eterna, ou seja, sem temor não há sabedoria nem vida eterna com Deus.

Salmo 15.16: Melhor é o pouco, havendo o temor do SENHOR, do que grande tesouro onde há inquietação.

  Provérbio 1.7 O temor do SENHOR é o princípio do saber, mas os loucos desprezam a sabedoria e o ensino.

O temor que gera sabedoria só pode ser desenvolvido pela comunhão com a Palavra de Deus que ensina a ter comunhão com o próprio Deus e com a Igreja.

02. É fonte que jorra entendimento

As pessoas são desejosas de entendimento, Eva caiu na tentação de satanás porque queria receber entendimento de forma errada (Gn 3.6). O verdadeiro entendimento nasce no temor do Senhor.

Salmo 25.12: Ao homem que teme ao SENHOR, Ele o instruirá no caminho que deve escolher.

1ª João 5.20: Também sabemos que o Filho de Deus é vindo e nos tem dado entendimento para reconhecermos o verdadeiro; e estamos no verdadeiro, em seu Filho, Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna (Isaías 11.2).

Quem teme ao Senhor adquire discernimento sobre aquilo que convém ou não ao Crente. 

03. Ensina a prudência

Prudência é o modo de agir com cautela e moderação, praticando o que é biblicamente correto.

O temor do Senhor é o princípio da sabedoria; Revelam prudência todos os que o praticam.

Mateus 7.24: Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha.

O temor do Senhor ensina o Crente comportar-se com prudência, pois quem teme busca conhecer a vontade de deus pela Bíblia.        

Conclusão

Quanta falta de temor?

Multidões de pessoas até citam o nosso Deus, mas, nas suas obras deixam bem claro que seu ventre é o deus deles. Vivem literalmente a cultura hedonista, cujo lema é "comamos e bebamos porque amanhã morreremos".

A falta de santo temor corrompe as pessoas tornando-as extremamente materialistas, "tudo gira em torno de seu umbigo", não há dinheiro que chegue nem limite para adquirir bens materiais, sempre causam prejuízo às demais pessoas.

O temor do Senhor é o sinal visível da obra Redentora em Cristo, se há temor de Deus aí está o Espírito de Deus e aí há liberdade (2ª Co 3.17).

Hebreus 12.28 Por isso, recebendo nós um reino inabalável, retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus de modo agradável, com reverência e santo temor.

Se você citar a nossa autoria (Paulino Cordeiro) e nosso site (http://www.familiaabencoada.org.br/) poderá pregar na sua Igreja ou publicar em outros Sites. Dê bom testemunho para poder abençoar, seja fiel.

Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Comunidade Evangélica Família Abençoada - Sermão compartilhado em 04.03.2017.