DEVER DO CRENTE – Judas 3-4

| 12-08-2015

Quando sinceramente recebemos o Cristo Redentor passamos a ter verdadeiro comprometimento com Deus, assim, conforme a Bíblia ensina-nos, assumimos nossos deveres de Crentes.

Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 - (tamanho de Mb 4.7).

Não basta saber que Jesus veio ao mundo; é necessário recebê-LO e NELE crer como o Cristo cheio de glória, de graça e de verdade que salva o pecador arrependido.

01.        Batalhar pela fé

O que é fé? Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem - Hebreus 11.1.

Judas estava empenhado em falar da salvação, mas, pelo que vemos, ele sentiu-se constrangido pelo Espírito Santo de Deus a exortar os Crentes para que batalhassem pela fé.

Amados, quando empregava toda a diligência em escrever-vos acerca da nossa comum salvação, foi que me senti obrigado a corresponder-me convosco, exortando-vos a batalhardes, diligentemente, pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos - Judas 3.

Judas está exortando que ser Crente não significa descansar no berço esplendido da salvação, mas batalhar pela fé que é dom de Deus. Esta batalha primeiramente se trava interiormente para manter-se em santidade e assim crescer na fé; em segundo lugar a fé deve ser transbordante a ponto de conduzir muitas pessoas a mesma salvação e a mesma fé.

O inimigo é astuto e cruel, por esta razão devemos batalhar equipados com as armas de Deus (Efésios 6.10-18), sendo disciplinados e obedientes a ordem do General Jesus.  

O Apóstolo Paulo testemunha que a vitória vem pela fé: Pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego; visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé - Romanos 1.16-17.

Como batalhar pela fé?

Esta estória de matar um leão por dia é puro romantismo, batalhar pela fé é matar toda a alcateia de leões (legiões - Lucas 8.30). Se Deus é por nós, quem será contra nós?

02.        Combater falsos mestres

A vida do Crente é feita de batalhas e vitórias, mas nunca podemos vacilar, pois, os falsos mestres estão por todos os lugares para nos derrotarem.

Pois certos indivíduos se introduziram com dissimulação, os quais, desde muito, foram antecipadamente pronunciados para esta condenação, homens ímpios, que transformam em libertinagem a graça de nosso Deus e negam o nosso único Soberano e Senhor, Jesus Cristo - Judas 4.

A ferramenta básica dos falsos mestres é a falsidade, pois são dissimulados e irreverentes (libertinos) a Deus e sua Palavra. Sua astúcia não tem limites, pois usam até a Bíblia para confundir os Crentes de Jesus (Mateus 24.24)

Assim como, no meio do povo, surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão, dissimuladamente, heresias destruidoras, até ao ponto de renegarem o Soberano Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição. E muitos seguirão as suas práticas libertinas, e, por causa deles, será infamado o caminho da verdade - 2ª Pe 2.1-2.

Como combater os falsos mestres?

Só temos um jeito eficaz para combatermos o falso, conhecermos muito bem o verdadeiro (João 8.31-32).

Conclusão

Infelizmente os falsos mestres tem conseguido implantar na mente das multidões uma desencadeada corrida pela busca de direitos, sem ensinar-lhes que os direitos são adquiridos mediante o cumprimento de deveres.

Dever cumprido, benção derramada: Pois em ti (ó Deus) está o manancial da vida; na tua luz, vemos a luz. Continua a tua benignidade aos que te conhecem, e a tua justiça, aos retos de coração - Salmo 36.9-10.

Devemos buscar em Cristo a revelação do próprio Deus à humanidade, a mais perfeita manifestação do seu amor, como a Luz que desfaz as trevas (João 8.12) e assim saberemos como cumprir os nossos deveres.

Se você citar a nossa autoria (Paulino Cordeiro) e nosso site (http://www.familiaabencoada.org.br/) poderá pregar na sua Igreja ou publicar em outros Sites. Dê bom testemunho para poder abençoar, seja fiel.  

Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Comunidade Evangélica Família Abençoada - 09.08.2015 - Manhã.