ÚLTIMOS ENSINOS DE JESUS – Lucas 22.39-46

| 08-05-2014

No dia-a-dia olhamos para os animais e vemos que eles têm um sistema de vida perfeita, sabem tudo o que devem fazer e tudo é feito com precisão. Isto porque Deus os criou perfeitos e irracionais, mas nós fomos criados perfeitos e inteligentes, com capacidade de escolha.

Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 - (tamanho de 5.4mb).

Marcos 14.38 - Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca.

O Crente deve orar sempre para não entrar em tentação.

01. Ter o costume de orar

Geralmente a sociedade define as pessoas pelos seus bons ou maus costumes. O Crente também é conhecido pelos seus bons costumes imitando ao Senhor Jesus ou pela sua negligencia espiritual.

Lucas 22.39 - E (Jesus), saindo, foi, como de costume, para o monte das Oliveiras; e os discípulos o acompanharam.

Daniel 6.10 - Daniel,..., no seu quarto, onde havia janelas abertas do lado de Jerusalém, três vezes por dia, se punha de joelhos, e orava, e dava graças, diante do seu Deus, como costumava fazer.

Você tem o bom costume de orar sempre?

02. Ter um lugar escolhido para orar

Precisamos orar com os demais irmãos e com a família, mas primeiramente necessitamos ter um lugar escolhido para vivermos momentos diários a sós com o Pai.

Lucas 22.40 - Chegando ao lugar escolhido, Jesus lhes disse: Orai, para que não entreis em tentação.

Lucas 5.16 - Ele (Jesus), porém, se retirava para lugares solitários e orava.

Mateus 6.6 - Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará.

Você já tem um lugar e horário escolhido para orar diariamente?

 03. Ser submisso, conforme a vontade de Deus Pai

Orar de joelhos indica submissão.

Negar a própria vontade e submeter-se a vontade de Deus é ser submisso. Jesus desejava não ser crucificado, mas submeteu-se totalmente a vontade do Pai.

Lucas 22.41-43 - Ele, por sua vez, se afastou, cerca de um tiro de pedra, e, de joelhos, orava, dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; contudo, não se faça a minha vontade, e sim a tua. Então, lhe apareceu um anjo do céu que o confortava.

Hebreus 5.7-8 - Ele, Jesus, nos dias da sua carne, tendo oferecido, com forte clamor e lágrimas, orações e súplicas a quem o podia livrar da morte e tendo sido ouvido por causa da sua piedade, embora sendo Filho, aprendeu a obediência pelas coisas que sofreu.

Você tem agido conforme a tua vontade ou conforme a vontade de Deus?

04. Deve Orar intensamente

A intensidade ou fervor da nossa oração determina o tipo de relacionamento que temos com Deus. Não devemos confundir "intensidade" com emocionalismos (gritarias e choradeiras).

Lucas 22.44 - E, estando em agonia, orava mais intensamente (veemente, fervoroso). E aconteceu que o seu suor se tornou como gotas de sangue caindo sobre a terra.

Mateus 26.42 - Tornando a retirar-se, orou de novo, dizendo: Meu Pai, se não é possível passar de mim este cálice sem que eu o beba, faça-se a tua vontade.

Lucas 18.11-14 - O fariseu, posto em pé, orava de si para si mesmo, desta forma: Ó Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros, nem ainda como este publicano; jejuo duas vezes por semana e dou o dízimo de tudo quanto ganho. 13  O publicano, estando em pé, longe, não ousava nem ainda levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, sê propício a mim, pecador! Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque todo o que se exalta será humilhado; mas o que se humilha será exaltado.

Tiago 5.17.18 - Elias era homem semelhante a nós, sujeito aos mesmos sentimentos, e orou, com instância (repetido, insistente), para que não chovesse sobre a terra, e, por três anos e seis meses, não choveu. E orou, de novo, e o céu deu chuva, e a terra fez germinar seus frutos.

Você tem orado intensamente, com veemência e fervor?

05. Após a oração levanta-se fortalecido e com autoridade

Nenhuma oração, nenhum Poder; pouca oração, pouco Poder; muita oração, muito Poder!

Lucas 22.45-46 - Levantando-se da oração, foi ter com os discípulos, e os achou dormindo de tristeza, e disse-lhes: Por que estais dormindo? Levantai-vos e orai, para que não entreis em tentação.

Josué 3.5 - Disse Josué ao povo: Santificai-vos, porque amanhã o SENHOR fará maravilhas no meio de vós.

Como anda o Poder de Deus na tua vida?   

Conclusão

Jesus tinha o costume de orar sempre, ensinava e ordenava que os seus seguidores também orassem sempre para não caírem em tentação.

Marcos 11.24 - Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes e será assim convosco.

Como alguém poderá crer se raramente ora?

Jesus veio com uma proposta maravilhosa, um ensino maravilhoso, mas as pessoas negaram-nO. As pessoas queriam coisas fáceis e multidões continuam com o mesmo pensamento: "seguir a Jesus é muito difícil"; "ele é muito exigente"; "Ele ensina coisas que não dá para obedecer", etc.

As pessoas ficam horas e horas vendo TV, envolvem-se com coisas fúteis, mas não dedicam diariamente tempo exclusivo para Deus e quando caem na desgraça ainda questionam Deus.

O Crente deve orar sempre para não entrar em tentação.

Se você citar a nossa autoria (Paulino Cordeiro) e nosso site (http://www.familiaabencoada.org.br) poderá pregar na sua Igreja ou publicar em outros Sites. Dê bom testemunho para poder abençoar, seja fiel.

Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Comunidade Evangélica Família Abençoada - Sermão compartilhado em 04.05.2014 - Noite.