PODER E AUTORIDADE – Lucas 4.31-44

| 25-10-2013

Todas as pessoas, sem Jesus, buscam desesperadamente de alguma forma exercer poder e autoridade, mas a única maneira bem sucedida é a vivenciada pelo Senhor Jesus.

Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 - (tamanho de 5.8mb).

Muitas pessoas tentam exercer poder e autoridade com discursos prolixos, vazios e sem a sabedoria de Deus; outras pessoas tentam ser poderosas pela cultura de seu corpo; outras pela política; outras pelo dinheiro e de muitas outras maneiras, assim, multidões vão servindo aos poderes das trevas em vez de servirem ao Senhor Jesus. 

E você, a quem tem servido com poder e autoridade? 

Um provérbio popular afirma que "as ações falam mais alto que as palavras". Será verdade? 

Pense em tudo o você já falou e fez. Será verdade?

Pessoas que você conhece muito bem, pense nas palavras que você já ouviu delas e naquilo que já viu elas fazerem. Será verdade? 

Jesus pelas suas Palavras e pelas suas ações  transmitia a mesma mensagem! 

01. As Palavras de Jesus Demonstravam Poder e Autoridade 

Hb 4.12-13: Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração. E não há criatura que não seja manifesta na sua presença; pelo contrário, todas as coisas estão descobertas e patentes aos olhos daquele a quem temos de prestar contas (Isaías 49.2-3; Apocalipse 1.16). 

Jesus não estava interessado em provocar emoções ou qualquer tipo de histeria nos seus ouvintes, Ele tão somente estava focado na obediencia a Palavra de Deus e conduzir pessoas nesta mesma obediência para salvação.

Lc 4.22 e 32 - Todos se maravilhavam das Palavras de Graça. Quer dizer palavras que expressavam o favor Divino, causando grande admiração com entendimento aos ouvintes.
         Mt 7.28-29 - As Palavras de Jesus eram com Poder e Autoridade e não com hipocrisia como os escribas, por isto as pessoas se maravilhavam.

Lc 4.42-44: É necessário que EU anuncie o Evangelho do Reino de Deus também às outras cidades, pois para isso é que fui enviado. E pregava nas sinagogas da Judéia. 

As palavras de autoridade têm o propósito de ganhar vidas para o Reino de Deus, e não prestigio pessoal fazendo divagações filosóficas saudosistas, com gracejos. Jesus não estava interessado em agradar as multidões.  

Muitas pessoas perdem o Poder e Autoridade porque pregam querendo agradar as multidões. 

02. As Ações de Jesus Demonstravam Poder e Autoridade 

Números 16.28 - Então, disse Moisés: Nisto conhecereis que o SENHOR me enviou a realizar todas estas obras, que não procedem de mim mesmo. 

A obras de Jesus demonstravam o mesmo poder e a mesma autoridade das sua Palavras.

Lc 4.33-36 - Achava-se na sinagoga um homem  sossesso de um espírito de demônio imundo, e bradou em alta voz: Ah! Que temos nós contigo, Jesus Nazareno? Vieste para perder-nos? Bem sei quem és: o Santo de Deus! Mas Jesus o repreendeu, dizendo: Cala-te e sai deste homem. O demônio, depois de o ter lançado por terra no meio de todos, saiu dele sem lhe fazer mal. Todos ficaram grandemente admirados e comentavam entre si, dizendo: Que palavra é esta, pois, com autoridade e poder, ordena aos espíritos imundos, e eles saem? 

Jesus expulsou o demônio e as pessoas ficaram maravilhados com as palavras e também ficaram maravilhados com suas ações. O modo como Jesus agiu resultou em grande libertação. 

Lc 4.38-39 - Curou a sogra de Pedro com poder e autoridade.

Muitas outras curas - v. 40-41 - Com poder e autoridade. 

Da mesma forma, tudo o que fazemos no dia-a-dia deve acontecer com Poder e Autoridade para glorificar a Deus: 1ª Co 10.31 -... Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus

03.  O Espírito é a Fonte de todo o Poder e Autoridade

No AT, os Crentes fieis também ficavam cheios do Espírito de Deus como foi o caso de Josué (Deuteronômio 34.9 cheio de sabedoria conduziu o Povo de Deus).  

Jesus sabia que para agradar a Deus tinha que viver cheio do Espírito, por isso é que Ele obedecia a tudo o que o Pai mandava.

Lc 3.21- 22: E aconteceu que, ao ser todo o povo batizado, também o foi Jesus; e, estando ele a orar, o céu se abriu, e o Espírito Santo desceu sobre Ele em forma corpórea como pomba; e ouviu-se uma voz do céu: Tu és o meu Filho amado, em ti me comprazo. 

Jesus foi batizado - orou - recebeu o Espírito Santo e alegrou ao Pai.

Lc 4.1: Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e foi guiado pelo mesmo Espírito, no deserto - Ficou cheio do Espírito Santo.

 Lc 4.14: Então, Jesus, no poder do Espírito, regressou para a Galiléia, e a sua fama correu por toda a circunvizinhança - Andou no Poder do Espírito Santo. 

O Espírito Santo é a fonte de todo o Poder e Autoridade, entretanto o mover do Espírito acontece somente na vida dos Crentes obedientes e fieis. 

Conclusão 

E hoje nem todo o Crente é chamado a ter todos os Dons, pregar, operar milagres. Mas todo o Crente deve revelar o Poder de Deus naquilo que diz e faz!  O mal de alguns cristãos é que as suas más ações falam tão alto que ninguém escuta as suas palavras. Como evangelizar sem testemunho ou com "tristemunho"? 

É urgente agirmos como Jesus, harmonizarmos Palavras e Ações no Poder e Autoridade de Deus.  

Como falar de salvação se o agir é de um perdido?

No nome e no Sangue de Jesus, temos este PODER e esta AUTORIDADE para harmonizar nossas palavras e ações.  

Devemos seguir o exemplo de Jesus e harmonizar, conforme a Bíblia, as nossas palavras com as nossas ações. 

Se você citar a nossa autoria (Paulino Cordeiro) e nosso site (http://www.familiaabencoada.org.br) poderá pregar na sua Igreja ou publicar em outros Sites. Dê bom testemunho para poder abençoar, seja fiel. 

Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Comunidade Evangélica Família Abençoada - Sermão compartilhado em 13.10.2013 - Noite.