FIDELIDADE – Daniel 6.1-14

| 01-04-2011

É uma qualidade do caráter das pessoas, quem é fiel sempre será honesto.

Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 -(tamanho de 2.95mb).

Quando você vai ao cartório para reconhecer uma assinatura pode optar reconhecê-la por semelhança ou por autenticidade. Em se tratando de fidelidade sempre deverá ser reconhecida como autentica, caso contrário será apenas cumplicidade.

Escolher ser fiel é estar sempre no lucro moral e espiritual. Não confunda fidelidade com cumplicidade; a fidelidade sempre estará acompanhada de honestidade e de vitória ao passo que a cumplicidade não estará acompanhada de honestidade, apenas estará em vista um interesse comum.

01. A pessoa fiel a Deus se distingue entre os outros - v. 3

Então, o mesmo Daniel se distinguiu destes presidentes e sátrapas, porque nele havia um espírito excelente; e o rei pensava em estabelecê-lo sobre todo o reino.

Daniel se distinguiu porque nele havia um espírito excelente (sabedoria, inteligência), ou seja, se destacou sobre todos porque era fiel ao Deus Todo-Poderoso e ao Rei Dario. Sendo fiel reconhecia os princípios de autoridade e era honesto em tudo o que fazia.

Daniel foi luz lá naquele Império de trevas e nós também somos chamados para sermos luz e destruirmos o império das trevas: Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder a cidade edificada sobre um monte; nem se acende uma candeia para colocá-la debaixo do alqueire, mas no velador, e alumia a todos os que se encontram na casa. Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus - Mateus 5.14-16.

02. A pessoa fiel a Deus sempre terá inimigos - v. 4-5

Então, os presidentes e os sátrapas procuravam ocasião para acusar a Daniel a respeito do reino; mas não puderam achá-la, nem culpa alguma; porque ele era fiel, e não se achava nele nenhum erro nem culpa. Disseram, pois, estes homens: Nunca acharemos ocasião alguma para acusar a este Daniel, se não a procurarmos contra ele na lei do seu Deus.

Precisamos sempre lembrar de que, se formos fieis a Deus, os nossos inimigos na verdade são inimigos de Deus e não precisamos nos levantar contra eles, o próprio Deus se levantará contra eles (Daniel 6.19-28).  

Daniel foi lançado na cova dos leões e obteve a fidelidade de Deus, sendo que as feras se converteram em "gatinhos" ao seu redor, pois o Deus Fiel estava com ele.      

Depois, estas mesmas feras devoraram todos os inimigos de Daniel: Ordenou o rei, e foram trazidos aqueles homens que tinham acusado a Daniel, e foram lançados na cova dos leões, eles, seus filhos e suas mulheres; e ainda não tinham chegado ao fundo da cova, e já os leões se apoderaram deles, e lhes esmigalharam todos os ossos - v.24.

03. A pessoa fiel a Deus quebra a lógica humana - v. 6-9

Então, estes presidentes e sátrapas foram juntos ao rei e lhe disseram: Ó rei Dario, vive eternamente! Todos os presidentes do reino, os prefeitos e sátrapas, conselheiros e governadores concordaram em que o rei estabeleça um decreto e faça firme o interdito que todo homem que, por espaço de trinta dias, fizer petição a qualquer deus ou a qualquer homem e não a ti, ó rei, seja lançado na cova dos leões. Agora, pois, ó rei, sanciona o interdito e assina a escritura, para que não seja mudada, segundo a lei dos medos e dos persas, que se não pode revogar. Por esta causa, o rei Dario assinou a escritura e o interdito.

Diante de tanta cumplicidade dos presidentes do reino de Dario, prefeitos e sátrapas, conselheiros e governadores, não seria lógico Daniel suspender suas orações, a vista dos seus inimigos, por apenas trinta dias?

Sim, seria lógico Daniel orar escondido por apenas durante trinta dias, mas deixaria de estar sendo fiel a Deus, pois orar três vezes ao dia, voltado para o Templo de Jerusalém, era um ato de profundo amor e respeito a Deus.

Muitos Crentes estão se perdendo por preferirem dar um "jeitinho" nos Mandamentos de Deus; estão racionalizando a Palavra de Deus e deixando de ser fieis.

Muitos Crentes estão deixando de ir a Igreja, de ler a Bíblia, de orar..., estão seguindo a razão humana e não aos Mandamentos de Deus; estão se perdendo.    

04. A pessoa fiel a Deus é autentica e reconhecida - v. 10-14

Daniel, pois, quando soube que a escritura estava assinada, entrou em sua casa e, em cima, no seu quarto, onde havia janelas abertas do lado de Jerusalém, três vezes por dia, se punha de joelhos, e orava, e dava graças, diante do seu Deus, como costumava fazer (1º Reis 8.41-43 e 2º Crônicas 6.34-35)... Tendo o rei ouvido estas coisas, ficou muito penalizado e determinou consigo mesmo livrar a Daniel; e, até ao pôr-do-sol, se empenhou por salvá-lo.

Daniel foi abençoado por Deus e reconhecido pelo Rei Dario porque decidiu ser autenticamente fiel. Ele honrava ao Rei Dario e fazia tudo com excelência, pois tinha o fruto do Espírito (Gl 5.22), por esta razão o Rei honrou-o e também honrou ao seu Deus (Daniel 6.26-27).  

A sociedade humana está carente de filhos e filhas de Deus autenticamente Crentes.

Daniel se curvava diante de Deus sem preocupar-se com os inimigos, era Crente autentico, e você tem demonstrado fidelidade a Deus em casa e por onde passa? 

Conclusão 

Fidelidade é Fruto do Espírito Santo de Deus, mas, ELE só frutifica onde tem liberdade. Vemos que Daniel dava total liberdade para a obra de Deus na sua vida, pois se santificava e obedecia a todos os Mandamentos de Deus. Foi fiel a lei humana enquanto não interferia na Lei de Deus.

Tomamos como exemplo de fidelidade o Crente Daniel, mas, não podemos perder de vista que o nosso maior exemplo de fidelidade é o nosso SENHOR e Salvador Jesus, pois, ELE foi fiel até a morte e morte de cruz (Filipenses 2.8).

Se você citar a nossa autoria (Paulino Cordeiro) e nosso site (http://www.familiaabencoada.org.br/) poderá pregar na sua Igreja ou publicar em outros Sites. Dê bom testemunho para poder abençoar, seja fiel.  

Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Comunidade Evangélica Família Abençoada - 27.03.2011 - noite.