ESTOU BEM CERTO - Romanos 8.31-39

Pr. Paulino Cordeiro | 13-10-2010

"Estou bem certo", expressa o mais elevado nível de fé no único Deus, criador dos céus e da terra. Comunica firmeza nos valores espirituais e morais estabelecidos por Deus; é plena certeza de vitória, não importando o tipo de inimigo.

(Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 -  tamanho de  3.59M)

Estou bem certo do meu relacionamento com o Deus Criador?

Como a Igreja primitiva, vivemos diariamente numa verdadeira guerra, tudo é contra nós, só podemos contar com o Poder de Deus e sua Igreja. Raramente sofremos agressões físicas, entretanto o inimigo de nossas vidas ataca incansavelmente de maneiras invisíveis e covardes (Efésios 6.11-12).

Que diremos, pois, à vista destas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? - v. 31.

01. Da justificação e da intercessão de Jesus Cristo - v. 32-34

Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ELE todas as coisas? Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós.

02. Do amor de Cristo e dos riscos diários- v. 35-36

Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?  Como está escrito: Por amor de ti, somos entregues à morte o dia todo, fomos considerados como ovelhas para o matadouro.

03. Da vitória em Cristo - v. 37

Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou.

04. Da unidade com Cristo - v. 38-39

Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.

Conclusão

Estou bem certo?

Há momentos que pensamos voltar atrás, negar o amor de Deus. Paulo aponta estes possíveis momentos de dificuldades: Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada? Como está escrito: Por amor de ti, somos entregues à morte o dia todo, fomos considerados como ovelhas para o matadouro - v. 35-36.

Mesmo passando por certas crises, Paulo está afirmando que somos mais do que vencedores. A vitória do crente só depende de ser VERDADEIRO CRENTE, pois, para Deus, a vitória já é um fato certo, inegociável e pronto!

Nada pode separar-nos do amor de Deus, entretanto muitos se separam da comunhão com Deus e sua Igreja, dominados pela preguiça, pelo descaso, pela indiferença e pela desorganização.

Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio DAQUELE que nos amou - v. 37.

Estou bem certo!

Aleluia!

Se você citar a nossa autoria (Paulino Cordeiro) e nosso site (http://www.familiaabencoada.org.br/) poderá pregar na sua Igreja ou publicar em outros Sites. Dê bom testemunho para poder abençoar, seja fiel.  

Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Comunidade Evangélica Família Abençoada - 10.10.2010 - noite.