EVANGELHO – 2ª Coríntios 4.1-10

| 27-07-2009

Evangelho, do Grego "euaggelion", significa boas novas, boas notícias. Por esta razão é que os filhos e filhas de Deus são chamados de Evangélicos, pois, conhecem, obedecem e anunciam as Boas Notícias do Reino de Deus.

(Baixe aqui o áudio deste sermão no formato MP3 -  tamanho de 2.81Mb).

Vivemos o tempo das grandes revelações cientificas, sendo que algumas facilitam a existência humana e outras põem em risco. Assim tem acontecido com o Evangelho da Salvação, para alguns está revelado e para outros está encoberto. Aqueles que descobrem passam a viver o poder da revelação do Reino de Deus, mas para aqueles a quem está encoberto existe o risco da perdição eterna.

Convido vocês, para que comigo, entendam a diferença entre o Evangelho encoberto e o revelado.

01. O Evangelho encoberto - v.3-4

Há muitos que conhecem, não obedecem e querem anunciar o Evangelho; estes tais estão vivendo a incredulidade do Evangelho encoberto. Também há aquelas pessoas que nunca receberam explicações sobre o Evangelho, por isto ainda lhes está encoberto.

Mas, se o nosso Evangelho ainda está encoberto, é para os que se perdem que está encoberto, nos quais o deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do Evangelho da Glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus.

a) O Evangelho está encoberto para os que se perdem.

b) O deus deste século, satanás, cega o entendimento dos incrédulos. Por isto é que as Boas Novas do Reino lhes parecem loucura.

c) O deus deste século, satanás, é o senhor das trevas e impede que a luz do Evangelho ilumine a vida dos incrédulos.

02. O Evangelho revelado

A Bíblia para os incrédulos é somente o livro mais lido do mundo, porém, para os Crentes é a revelação especial das boas notícias do Reino de Deus.

a) Não é anunciado para autopromoção, porque não nos pregamos a nós mesmos - v.5a.

Pelo que, tendo este ministério, segundo a misericórdia que nos foi feita, não desfalecemos; pelo contrário, rejeitamos as coisas que, por vergonhosas, se ocultam, não andando com astúcia, nem adulterando a Palavra de Deus; antes, nos recomendamos à consciência de todo homem, na presença de Deus, pela manifestação da Verdade - v.1-2.

b) Revela a Cristo Jesus como Senhor e a nós mesmos como vossos servos, por amor de Jesus - v.5b. (1ª Co 2.2; Rm 10.9).

c) É revelado porque Deus, que disse: Das trevas resplandecerá a luz, ele mesmo resplandeceu em nosso coração, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Cristo - v. 6 (Mateus 4.12-17).

d) É um tesouro guardado em vasos de barro: Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós. Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos; levando sempre no corpo o morrer de Jesus, para que também a sua vida se manifeste em nosso corpo. - v.7-10 (não se envergonha do Evangelho - Romanos 1.16-17)

Conclusão

O Evangelho, enquanto permanecer encoberto pela incredulidade, nada pode realizar na vida do pecador, pois, tais pessoas permitem que satanás cegue o seu entendimento.

O ser humano é dotado de inteligência e capacitado para fazer escolhas; escolha o melhor, escolha o Evangelho Revelado; abra o teu entendimento para conhecer, obedecer e anunciar as Boas Notícias da Salvação de Deus, por meio de Jesus Cristo.

Coisa terrível espera aqueles que se envergonham da Palavra de Deus: Porque qualquer que, nesta geração adúltera e pecadora, se envergonhar de Mim e das minhas Palavras, também o Filho do Homem (Jesus) se envergonhará dele, quando vier na glória de seu Pai com os santos anjos - Marcos 8.38.

Pr. Paulino Cordeiro - Pastor da CEFA - Família Abençoada -26.07.2009 -noite