VIDA EXEMPLAR - Gênesis 12.1-8

Pr. Paulino Cordeiro | 17-02-2009

2.000 Anos após a criação, 400 anos após o dilúvio, no meio um povo idólatra e pervertido, Deus chama a Abrão para fazê-lo um modelo exemplar na Obra Redentora da humanidade.

Naquele tempo, as civilizações viviam em comunidades tribais, explorando atividades agropastoris, porém, Abraão homem crente em Deus, não idólatra, tornou-se um exemplo, pois, mereceu a confiança de Deus e confiou em Deus.

Deus o chamou para uma grande obra e prometeu que os seus descendentes herdariam uma terra muito rica, se tornariam grande nação e através dele todas as nações seriam abençoadas.

Abraão creu e demonstrou sua fé realizando obras, assim, tornou-se:

01. Exemplo no escutar a voz de Deus - v.1-3

A Palavra de Deus entrou no mais profundo da alma de Abrão, gerando uma nova motivação para sua vida.

Escutar a voz de Deus é permitir que a Palavra de Deus entre no nosso entendimento e realize os Seus propósitos. Como afirma o Apóstolo Paulo: E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo - Romanos 10.17. A pregação Bíblica é a voz de Deus com Poder e Autoridade para produzir novidade de vida.

Aquele, pois, que vos concede o Espírito e que opera milagres entre vós, porventura, o faz pelas obras da lei ou pela pregação da fé? É o caso de Abraão, que creu em Deus, e isso lhe foi imputado para justiça - Gálatas 3.5-6 (Gênesis 15.3-6).

Abrão escutou a Deus e teve a trajetória da sua vida guiada pela voz de Deus. Você tem escutado a voz de Deus ou está andando sem rumo?

02. Exemplo na obediência a voz de Deus - Gênesis 12.4-8 e 22.1-14

Partiu, pois, Abrão, como lhe ordenara o SENHOR, e Ló foi com ele. Tinha Abrão setenta e cinco anos quando saiu de Harã.

Abrão não questionou a voz de Deus, Partiu, pois, Abrão, como lhe ordenara o SENHOR. Vemos que ele não ficou coxeando entre um pensamento e outro, mas imediatamente entrou em ação, obedecendo à ordem Divina.

Quando Deus ordenou oferecer seu filho em holocausto, não questionou a ordem, partiu para o Monte Moriá: Levantou-se, pois, Abraão de madrugada e, tendo preparado o seu jumento, tomou consigo dois dos seus servos e a Isaque, seu filho; rachou lenha para o holocausto e foi para o lugar que Deus lhe havia indicado - Gênesis 22.3.

 Quando Isaque questionou sobre o cordeiro para o holocausto, notamos que a situação não abalou sua obediência: ... Perguntou-lhe Isaque: Eis o fogo e a lenha, mas onde está o cordeiro para o holocausto? Respondeu Abraão: Deus proverá para si, meu filho, o cordeiro para o holocausto; e seguiam ambos juntos - Gênesis 22.6-8.

03. Exemplo no seguir a vocação ordenada por Deus

Qual era a vocação de Abraão?

Seguir para a terra que Deus lhe mostraria; gerar uma grande nação; ter o nome lembrado; ser abençoado e ser fonte de benção; ser perfeito.

Quando atingiu Abrão a idade de noventa e nove anos, apareceu-lhe o SENHOR e disse-lhe: Eu sou o Deus Todo-Poderoso; anda na minha presença e sê perfeito - Gênesis 17.1.

Por isso, irmãos, procurai, com diligência cada vez maior, confirmar a vossa vocação e eleição; porquanto, procedendo assim, não tropeçareis em tempo algum. Pois desta maneira é que vos será amplamente suprida a entrada no reino eterno de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo - 2ª Pedro1.10-11.

A circuncisão, em si, não é nada; a incircuncisão também nada é, mas o que vale é guardar as ordenanças de Deus. Cada um permaneça na vocação em que foi chamado - 1ª Corintios 7.19-20.

Temos seguido a vocação ordenada por Deus? Filipenses 3.14.

Conclusão

Tamanha era a comunhão de Abraão com Deus que foi chamado Amigo de Deus (Tiago 2.23), porque ele soube escutar, obedecer e seguir a Deus.

Devemos desejar ardentemente a amizade do nosso Pai Celestial e sermos como Abraão benção para as famílias!

Estejamos atentos para escutar a voz de Deus, prontos para a obediência e agradecidos o suficiente para segui-LO!

Sê tu uma benção - sim, um exemplo para muitos!

Abraão é um grande exemplo a ser seguido, Deus o chamou para participar da Obra Redentora e depois dele chamou a muitos outros até que enviasse o Seu próprio filho, Jesus, como Mestre e Salvador de todos os pecadores arrependidos.

Paulino Cordeiro - Pr. da CEFA - Família Abençoada - 15.02.2009 - noite