Onisciência Divina

| 01-03-2006

Tu me sondaste a mim, ó Deus,

Não há segredo aos olhos teus!

Prevês por onde quero andar,

E sabes como vou falar.

Contemplas Tu meu interior!

Quem compreenderá, Senhor,

Tua ciência e o teu poder?

Pois infinito é teu saber.

 

Nas trevas e na clara luz

A mão divina me conduz!

E se fugindo acaso vou,

Por teu poder cercado estou.

 

Ó Deus da minha salvação,

Vem dominar meu coração;

Vem controlar o meu sentir,

E minha vida conduzir.

Amém!

Novo Cântico

(Boletim 188)