RISCOS DE UMA FUGA – Jonas 1.1-15

| 19-04-2008

Ninguém foge de graça, toda a fuga tem um motivo e um preço; o motivo sempre é a rebeldia e o preço poderá ser monetário, físico ou espiritual.

Só foge da verdade quem quer perverter a verdade e só foge de Deus quem conhece o poder de Deus.

Jonas se dispôs, mas para fugir da presença do SENHOR, para Társis; e, tendo descido a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem e embarcou nele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do SENHOR.

A natureza humana é má, portanto a disposição do nosso coração, sem Deus, é má. Jonas dispôs o seu coração contra Deus e pagou para isto e por isto.

01.  Riscos financeiros e materiais

Pagou para fugir da presença de Deus: pagou, pois, a sua passagem e embarcou nele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do SENHOR - 1.4b.

Gastou naquilo que desagrada a Deus: investiu muito mal o seu dinheiro comprando uma passagem e viajando na contra mão de Deus.

Os tripulantes tiveram que lançar a carga de mercadorias ao mar: Então, os marinheiros, cheios de medo, clamavam cada um ao seu deus e lançavam ao mar a carga que estava no navio, para o aliviarem do peso dela... v.5.

O navio quase foi despedaçado: Mas o SENHOR lançou sobre o mar um forte vento, e fez-se no mar uma grande tempestade, e o navio estava a ponto de se despedaçar - v.4.

02.   Riscos pessoais

Provocou a ira de Deus e lhe sobreveio a tempestade, foi humilhado pelos demais passageiros e tripulantes, foi lançado ao mar e engolido por um grande peixe.

Colocou em risco toda a tripulação: Respondeu-lhes: Tomai-me e lançai-me ao mar, e o mar se aquietará, porque eu sei que, por minha causa, vos sobreveio esta grande tempestade - Jonas 1.12.

03.   Riscos espirituais

Fugiu da presença de Deus: Jonas se dispôs, mas para fugir da presença do SENHOR - Jonas 1.4

Entrou em depressão, estava em rebeldia: Jonas, porém, havia descido ao porão e se deitado; e dormia profundamente - Jonas 1.5b.

Preferiu a morte a obedecer: Peço-te, pois, ó SENHOR, tira-me a vida, porque melhor me é morrer do que viver - Jonas 4.3.

Conclusão

Deus, no seu imenso amor, cria oportunidades para que não estejamos expostos e expondo pessoas a riscos por causa da nossa rebeldia aos Seus mandamentos.

Deus não aceita filhos na contra mão dos Seus caminhos, cria oportunidades, mas Ele é fiel e justo a ponto de punir os rebeldes à Sua vontade. Ele dá ordens para serem obedecidas, não obriga, se obedecer é abençoado e se desobedecer sofre as conseqüências do pecado.

Jonas confessou o seu pecado pediu misericórdia a Deus: Se confessarmos os nossos pecados, Ele (Deus) é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça - 1º João 1.9.

Pr. Paulino Cordeiro - 13.04.2008 - noite