CURA DIVINA – Sl 139

| 31-07-2007

A psicanálise tem por finalidade trazer à luz da consciência sentimentos obscuros ou recalcados, de forma racional, dependendo exclusivamente de outro homem.

Porquê buscar o autoconhecimento, se posso me abrir com Deus que me conhece integralmente? Por isso é que este salmo termina apelando ao Analista Supremo "sonda-me..., conhece..., prova-me...guia-me"v.23-24.

Dar liberdade para que Deus o esquadrinhe é abrir o coração para o Senhor. Deus conhece o dia-a-dia(v.2,3) de cada pessoa na face da terra, conhece nossa rotina, nossos pensamentos, conhece a maneira pela qual analisamos as coisas, conhece nossos traumas, dificuldades, carências.  Ele sonda o nosso inconsciente, conhece a nossa totalidade e complexidade. Ele conhece nossa constituição genética, tem pré-conhecimento da nossa trajetória. Sabe como nos comportamos ante o maligno (v.19-22) - Ele conhece se odiamos ou se participamos de práticas condenáveis.

O salmista em vez de  pedir o autoconhecimento pede a Deus que o cure. Crer na cura é esperar que Deus faça o que sabemos ser da Sua vontade fazer. Quando sabemos que é a Sua vontade, não é difícil crer que Ele fará o que temos certeza que quer fazer.

01. Não há em nós conhecimento para que nos autotratemos (v.23).

Vemos em Jesus, a cura como um direito adquirido: Chegada a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados; e ele meramente com a Palavra expeliu os espíritos e curou todos os que estavam doentespara que se cumprisse o que fora dito por intermédio do profeta Isaías: Ele mesmo tomou as nossas enfermidades e carregou com as nossas doenças - Mateus 8:16-17.

Ana, esposa de Elcana, derramou sua dor aos pés de Deus e teve a resposta pela boca do profeta Eli: levantou-se Ana, e, com amargura de alma, orou ao SENHOR, e chorou abundantemente... Então, lhe respondeu Eli: Vai-te em paz, e o Deus de Israel te conceda a petição que Lhe fizeste (v.10 e 17) - 1Samuel 1.8-18.

02. O conhecimento de Deus não é só teórico, manifesta-se com efeitos práticos.

Deus é o Ser Supremo, único, infinito, criador e sustentador do universo. É santo, justo, amoroso e perdoador dos que se arrependem.

O ateu diz que Deus não existe; o agnóstico diz que não podemos saber se Deus existe ou não; o crente sabe que Deus existe e afirma: ... nele vivemos, nos movemos e existimos - At 17.28.

Só sentirei os efeitos práticos da salvação se declarar como o Salmista: A) sonda-me ó Deus - Sl 139.1,23ª; B) conhece-me - Sl 139.1a,23b; C) Prova-me/teste-me - Sl 139.23c, 24; D) Guia-me: mudança da trajetória - Sl 27.11

A) Como acontece a cura divina? Eu suplico como o salmista, sonda-me ó Deus - Sl 139.1,23a: Traze SENHOR, revele ao meu conhecimento,  as áreas obscuras da minha alma, aquelas correntes que me prendem.

Como ribeiros de águas assim é o coração do rei na mão do SENHOR; este, segundo o seu querer, o inclina.  Todo caminho do homem é reto aos seus próprios olhos, mas o SENHOR sonda os corações.  Exercitar justiça e juízo é mais aceitável ao SENHOR do que sacrifício.  Olhar altivo e coração orgulhoso, a lâmpada dos perversos, são pecado - Provérbios 21:1-4.

Quando eu deixo de ser o rei da minha vida e submeto-me ao Governo de Deus, é aí que se inicia o mover do Espírito Santo, passo a receber a verdadeira revelação libertadora.

B) Ninguém pode enganá-Lo, pois, quando eu declaro, conhece-me - Sl 139.1a,23b, reconheço a soberania de Deus no mais profundo da minha vida.

Assim fala Deus através do Profeta Isaías: - Ai dos que escondem profundamente o seu propósito do SENHOR, e as suas próprias obras fazem às escuras, e dizem: Quem nos vê? Quem nos conhece? - Isaías 29:15.

Devo confiar só na soberania de Deus? Sim, Ele revela o profundo e o escondido; conhece o que está em trevas, e com ele mora a luz - Daniel 2:22.

Olhe qual é o fim dos soberbos: Mas Jesus lhes disse: Vós sois os que vos justificais a vós mesmos diante dos homens, mas Deus conhece o vosso coração; pois aquilo que é elevado entre homens é abominação diante de Deus - Lucas 16.15.

C) Prova-me/teste-me - Sl 139.23c, 24: Deus prova-me na relação humana com o mundo: É porque o Senhor sabe livrar da provação os piedosos e reservar, sob castigo, os injustos para o Dia de Juízo,  especialmente aqueles que, seguindo a carne, andam em imundas paixões e menosprezam qualquer governo. Atrevidos, arrogantes, não temem difamar autoridades superiores - 2Pe 2.9-10.

Tg 1.12 -  Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que o amam.

D) Quando declaro, GUIA-ME (v.24), inicia-se uma mudança da trajetória: Guia-me na tua verdade e ensina-me, pois tu és o Deus da minha salvação, em quem eu espero todo o dia - Salmo 25.5Ensina-me, SENHOR, o teu caminho e guia-me por vereda plana, por causa dos que me espreitam - Sl 27.11.

Conclusão       

Irmãos, Deus é tridimensional, pois se manifesta como O Pai, O Filho, O Espírito Santo e o Seu poder também é tridimensional, sendo Onipotente, Onisciente e Onipresente.

Quando nos apossamos do conhecimento que Deus tem de nós, leva-nos a uma cura tridimensional: A) Cura o coração que, figuradamente, é a sede das emoções; B) Cura os pensamentos, sediados na alma, que é o centro do intelecto e do caráter; C) Cura os caminhos que são o nosso comportamento diário, na presença de Deus.

Não há caminhos maus fora do ser, mas sim dentro dele (v.23 e 24). Deus quer penetrar na nossa alma, trazendo-nos cura e libertação.

                      Pr.Paulino Cordeiro - 29.07.2007 - noite